A majestosa cidade de Veneza, está localizada às margens do mar Adriático no nordeste da Itália, é chamada de “venezia” pelos nativos italianos. Capital da região de Veneto, uma das mais populosas de toda a Itália.

O formato único da cidade esbanja romantismo e não deixa dúvidas de que é uma boa pedida aos apaixonados de plantão. Se você ainda não foi à Veneza, pelo menos alguma vez já deve ter se perguntado: como e por que, se construir uma cidade acima da água?

Essa, é uma dúvida bem compreensível ao ver toda a água que preenche a maioria das ruas e vielas dessa cidade encantada. Não há muitos registros históricos que tratem diretamente da origem e de como a cidade de Veneza foi formada, mas existe uma teoria.

Segundo a teoria, a população inicial de Veneza era formada de refugiados de cidades próximas, como: Pádua e Aquileia.

Tais refugiados fugiam, constantemente, das invasões dos bárbaros em meados do século V, e como uma forma de se protegerem dos ataques, construíram suas casas acima de grandes estacas de madeira fincadas no fundo da água.

Sim! Algumas partes da cidade são sustentadas por estacas de madeira, milenares, fincadas no fundo da água, que permanecem firmes até hoje. Impressionante, não?

É isso mesmo, Veneza é uma cidade flutuante sobre o mar Adriático, formada por 117 ilhotas (ilhas pequenas) e conectada por pontes e canais inundados.

Tem aproximadamente 300 mil habitantes que vivem tranquilamente em cima de estacas de madeira milenares. Romântico, perigoso, belo ou fascinante? seja qual for o sentimento que domina, você vai precisar ir e sentir por si mesmo(a).

Hoje você terá todas as informações necessárias e, será preenchido por um desejo imenso, de viajar para Veneza.

Dentre as histórias, atrações, pontos turísticos e até mesmo recomendações, você verá tudo que pode e deve ser feito ao desembarcar na cidade maravilhosa de Veneza. Preparado(a)? Então vamos lá!

Veja aqui 12 dicas para quem vai viajar a Veneza pela primeira vez

Grande canal e Basílica de Santa Maria della Salute, Veneza, Itália.
Grande canal e Basílica de Santa Maria della Salute, Veneza, Itália.

Qual o melhor período do ano para visitar Veneza?

Caso seja sua primeira viagem para fora do Brasil, fique muito atento às estações do ano, pois nos países do hemisfério norte, as características mudam bastante de uma estação para outra.

Veja aqui as 6 melhores atrações gratuitas em Veneza, Itália

Inverno

Vista sobre o Grande Canal no nevoeiro do inverno, Veneza Itália.
Vista sobre o Grande Canal no nevoeiro do inverno, Veneza Itália.

Em janeiro o inverno está no auge, e faz muito frio em Veneza. Com isso, os passeios de barco ficam bem desafiadores, a brisa gelada que vem do mar toma conta das vielas da cidade.

Em fevereiro não está mais no auge do inverno, mas ainda faz bastante frio em Veneza. As precauções contra o frio continuam as mesmas.

Mas, agora um incentivo entra em cena, que tem força suficiente para tirar muitos de casa. Um dos eventos mais importantes de Veneza acontece em fevereiro, em coincidência com o Brasil… o Carnaval de Veneza.

Um evento importantíssimo, que movimenta multidões de todo o mundo para presenciar essa linda festa. Se puder viajar para Veneza na época do carnaval da cidade, você não vai se arrepender!

Apenas atente-se, pois o carnaval de Veneza não possui uma data fixa e, você não vai querer de jeito nenhum, viajar em uma data errada, não é mesmo? Confira antecipadamente para não dar chances para o erro.

Veja Também: 6 lugares impressionantes que ficam ainda melhores no inverno

Primavera

Basílica de Santa Maria della Salute e o Grande Canal água em dia de primavera, Veneza, Itália.
Basílica de Santa Maria della Salute e o Grande Canal água em dia de primavera, Veneza, Itália.

Final do inverno e início da primavera, no mês de março as temperaturas ainda estão baixas, mas logo vão começar a subir. A segunda quinzena do mês é mais quentinha que a primeira, informação útil, caso esteja planejando viajar para Veneza nesta época.

Em abril, a temperatura amena da primavera já tomou conta desta cidade esplêndida e, tanto o dia quanto a noite, conseguem ser muito agradáveis para quem desejar andar sem rumo pelas vielas da cidade.

Maio é um mês que consegue encantar os corações dos turistas que preferem viajar na baixa temporada, se esse é seu caso, além de um número reduzido de turistas perambulando pela cidade, as temperaturas estão perfeitas para quem adora o clima ameno, do auge da primavera.

Veja Também: As 15 mais belas ruas floridas do mundo que parecem ter saído de um conto de fadas

Verão

Mulher aprecia a vista de um canal com passagem de gôndola em Veneza, Itália.
Mulher aprecia a vista de um canal com passagem de gôndola em Veneza, Itália.

Junho chega e traz como companhia o início do verão em Veneza. A segunda metade do mês é mais quente que a primeira, então, se você gosta da temperatura um pouco mais elevada, em junho começa a sua diversão em Veneza.

Em julho já é considerada alta temporada, é o meio do verão, é quase como uma relação direta com o mar, talvez você se sinta como uma sardinha pelas ruas lotadas de turistas.

Ao terceiro domingo de julho uma festa incrível é realizada em Veneza, fogos de artifício e enormes aglomerações de pessoas tomam conta da cidade. A festa Del Redentore, um evento espetacular, que você pode conhecer dependendo da época em que for viajar para Veneza!

Agosto representa o máximo da alta temporada, é tempo de férias escolares, na parte de cima do globo terrestre e, consequentemente, o fluxo de viajantes aumenta bastante. Calor e muita gente perambulando pela cidade durante todo o mês.

Este fluxo se intensifica ao final do mês, devido a Mostra Internacional de Cinema de Veneza. Esse evento reúne artistas globais e estrelas de hollywood, que ficam bem pertinho do público, uma experiência única, com certeza.

Setembro é uma boa época para viajar para Veneza, o calor começa a diminuir na segunda metade do mês e, se você der sorte, conseguirá ter um gostinho da Mostra Internacional de Cinema de Veneza e também da Regata Storica de Veneza, é como um desfile de carros alegóricos, porém na água, obviamente com barcos.

Veja Também: Os 6 melhores destinos de férias no verão

Outono

Mulher, olhando para água em Veneza, Itália
Mulher, olhando para água em Veneza, Itália

Outubro já começa a esfriar de novo. Então, se você gosta de frio, mas nem tanto, essa época pode ser uma boa escolha, para viajar para Veneza. A quantidade de turistas em Veneza é alta, em qualquer época do ano, acostume-se com isso. Mas, nada que te impeça de tirar belas fotos com aquela roupa de frio que tanto gosta.

Novembro chegou e começa a ficar mais frio, quem começa a bater o queixo quando entra uma brisa dentro de casa, vai querer ir embora, ou se entupir com algumas peças de roupas a mais. Nada que tire a beleza da cidade, apenas esteja preparado(a)!

Dezembro… e adivinhe só, por mais incrível que pareça, em Veneza também se comemora o natal neste mês e, os moradores, decoram a cidade de um jeito único. É início do inverno e faz muito frio em Veneza, às vezes neva, apesar de não ser uma regra constante.

Passar o natal em Veneza pode ser meio complicado para você, mas as decorações da cidade ficam lá o mês inteiro praticamente, ou seja, se essa for a sua época escolhida para viajar, ainda vai conseguir aproveitar bastante todas as atrações da cidade.

Roteiro de viagem para Veneza

Veja aqui 8 lugares incríveis para conhecer quando estiver na Itália

Como chegar até Veneza?

Avião sobrevoando Veneza e o Grande Canal na Basílica de Santa Maria della Salute.
Avião sobrevoando Veneza e o Grande Canal na Basílica de Santa Maria della Salute.

Avião

O aeroporto Marco Polo é o mais próximo da cidade, dele há várias formas de se chegar ao centro histórico.

Viagem na classe econômica: 8 dicas para voar confortavelmente

Táxi aquático

Táxi aquático no Grande Canal de Veneza, Itália.
Táxi aquático no Grande Canal de Veneza, Itália.

ma opção bem luxuosa e cara… em uma lancha exclusiva, confortável e requintada, que vai te entregar o mais próximo possível do hotel.

Veja Também: Dicas úteis na hora de viajar de avião

Alilaguna

Alilaguna nas vias navegáveis e canais de Veneza, Itália.
Alilaguna nas vias navegáveis e canais de Veneza, Itália. – Crédito de atribuição editorial: FooTToo / Shutterstock.com

Esse é um serviço de transporte aquático, que faz uma rota direta do aeroporto para o centro histórico de Veneza, é compartilhado com várias pessoas, então é uma opção mais em conta do que um táxi, por exemplo.

Veja aqui 8 países para viajar sem visto nem passaporte

Trem

Trem de passageiros na estação de caminhos-de-ferro, principal de Veneza, na Itália. -
Trem de passageiros na estação de caminhos-de-ferro, principal de Veneza, na Itália. –

Chegar em Veneza de trem é uma boa pedida, se você já estiver em alguma outra cidade famosa da Itália.

A estação principal de Veneza é a estação Santa Lucia, que fica bem próxima do centro histórico da cidade. Tão próxima que é possível ir a pé, se você detesta andar para os lugares ou não pode por algum motivo, pegue algum dos transportes locais e vá até o centro histórico para conhecê-lo.

Veja aqui 7 dicas sobre como viajar de trem pela Europa sem gastar muito

Carro

Vista de uma rua localizada em Veneza durante o dia.
Vista de uma rua localizada em Veneza durante o dia. – Crédito de atribuição editorial: Sorbis / Shutterstock.com

Viajar para Veneza de carro, não é uma boa, a menos que seja algum tipo de carro aquático. Caso você já esteja viajando de carro pela Itália, o máximo que você conseguirá é seguir até a Veneza Mestre, onde a maior parte dos moradores da cidade vivem.

Em Veneza Mestre, você precisará deixar seu carro em algum estacionamento diário e, aceitar o preço salgado como a água do mar, para aproveitar o doce da cidade de Veneza que vai estar logo à frente.

Veja aqui 5 dicas para você planejar sua viagem e não ter imprevistos

Principais festas e eventos em Veneza

Carnaval de Veneza

Esta é uma festa tradicional da cidade de Veneza, há quem diga que teve início com o hábito dos nobres, ao se disfarçarem para ficarem mais próximos do povo.

Por isso, a característica única das máscaras está presente durante os 10 dias de carnaval em fevereiro, a cidade fica lotada, turistas vem de outras cidades da Itália e também de fora do país para presenciar esse espetáculo.

Assim como o carnaval do Brasil, as pessoas usam o carnaval de Veneza para liberar as inibições e “dar aquela extravasada” durante o período de festa, mas o visual é completamente diferente do nosso carnaval, tem muito mais luxo.

Veja aqui 5 fatos que tornam a Itália imperdível para os amantes dos automóveis

Mostra Internacional de Cinema de Veneza

Festival de cinema internacional de Veneza, Itália.
Festival de cinema internacional de Veneza, Itália. – Crédito de atribuição editorial: Adriano Castelli / Shutterstock.com

Este é mais um incrível evento na belíssima cidade de Veneza. Artistas e atores famosos do mundo todo comparecem à cidade para as premiações.

Acontece entre agosto e setembro, e o “leão de ouro” é o prêmio mais cobiçado e também símbolo da cidade.

Aglomerações sempre estão presentes em Veneza, nos eventos principais da cidade elas se intensificam, mas nada que ofusque o encanto da cidade ou do evento, não é mesmo? Já imaginou se aquele ator que você gostaria de ver de pertinho, estiver presente quando você for viajar para Veneza?

Veja Também: Viagem para Roma: como aproveitar ao máximo a cidade no centro da Itália

Regata Storica de Veneza

Navios históricos abrem a Regatta Storica, o principal evento do calendário anual de remo "Voga alla Veneta", em Veneza, Itália.
Navios históricos abrem a Regatta Storica, o principal evento do calendário anual de remo “Voga alla Veneta”, em Veneza, Itália. – Crédito de atribuição editorial: PHOTOMDP / Shutterstock.com

No primeiro domingo de setembro acontece a Regata Storica de Veneza, é um evento magnífico que reúne diversas cores, canções e diversidade para a cidade que já é incrível naturalmente.

Barcos de formas diferentes e com decorações dignas de aplausos navegam pelo grande canal da cidade, encantando todos que estão presentes.Para presenciar este espetáculo, é preciso ficar atento aos horários, afinal, se você viajar para tão longe com o intuito de presenciar essa obra prima, não vai querer perder tudo por um simples detalhe como o horário.

Veja Também: 8 melhores atrações gratuitas em Roma

Festa del Redentore

Festa del Redentore, em Veneza, ìtália
Fogos de artifício sobre o Grande Canal de Veneza à noite, Itália.

Essa também é uma festa tradicional da cidade de Veneza, em comemoração da libertação da peste negra, doença que matou um terço da população da Europa no século XIV.

Acontece no terceiro domingo de julho e é um espetáculo à parte. A cidade se ilumina com fogos de artifício, aglomerações de turistas e moradores locais, não dá para decidir quais explosões são mais bonitas, e o reflexo das luzes na água fecham esse espetáculo com chave de ouro.

+ Milão não pode faltar no seu roteiro de tour pela Itália

Onde ficar em Veneza?

Booking.com

Hotéis

A opção mais comum é ficar em um hotel nessa cidade maravilhosa, tem para todos os gostos, dos mais simples até os mais luxuosos. O que você precisa prestar muita atenção é na distância do centro histórico, obviamente quanto mais distante, mais barata será a sua estadia, mas em contrapartida maior será sua dor nos pés, ou no bolso.

Hotéis próximos podem ser uma boa pedida pelo fácil acesso. Tenha em mente qual é a sua preferência e disponibilidade de preços, em épocas comemorativas e na alta temporada os preços vão às alturas, então, se, ao viajar para Veneza, estiver com um orçamento baixo, preste atenção nesse ponto.

Mapa de preços de hotéis em Veneza

Booking.com

Veja Também: Os 12 hotéis mais românticos do mundo para curtir a viagem de lua de mel

Apartamentos

Os apartamentos vêm ganhando cada vez mais adeptos, apesar de muitos terem o preço superior aos hotéis, se você prefere uma liberdade maior e, consequentemente, um conforto diferenciado, essa pode ser uma boa escolha.

As localizações são variadas, também podem estar bem perto do centro histórico ou um pouco mais distante, o quesito preço também varia conforme a distância, é algo padrão, você já deve ter percebido ou se essa, será a sua primeira viagem, já vá se acostumando.

Conheça os 10 melhores hotéis flutuantes ao redor do mundo

Acampamentos

Essa é uma opção bem mais em conta do que as outras duas, mas adivinhe: é a mais distante do centro histórico. Os acampamentos, em sua grande maioria, estão localizados na Veneza Mestre, que é bem longe do centro histórico.

Todos gostamos de economizar e isso é fato. Mas, pense bem e planeje melhor sobre quantos dias ficará e todos os custos com transporte, apesar de você conseguir ir a pé para muitos locais em Veneza, lembre-se que o dia tem apenas 24h e a cidade tem mais degraus de escada do que pontos turísticos.

Como se locomover em Veneza?

Vaporetto no Grande Canal de Veneza, Itália.
Vaporetto no Grande Canal de Veneza, Itália.

Vaporettos

O vaporetto é como um ônibus aquático, você compra um bilhete por um preço fixo e pode se movimentar livremente pelos pontos de parada durante até 75 minutos. Eles têm rotas específicas, que podem variar bastante, então preste atenção para onde quer ir e onde deve parar.

Outro lembrete: não se esqueça de validar o bilhete eletrônico na entrada no vaporetto, pois o fiscal o confere em sua saída e caso não esteja validado você precisará pagar uma multa, o que deixará esse transporte um pouco mais caro do que deveria.

Veja aqui 5 fatos que aumentarão sua vontade de conhecer a Europa

Gôndolas negras

Gondoleiro remando na gôndola no grande canal em Veneza, Itália.
Gondoleiro remando na gôndola no grande canal em Veneza, Itália. – Crédito de atribuição editorial: 365_visuals / Shutterstock.com

As gôndolas são um passeio à parte, visual diferenciado e incrível além de serem muito românticas. Alguns gondoleiros são cantores e temperam sua viagem, complementando o ambiente que já é espetacular.

É um passeio caro, cobrado por um preço único. Mas, caso você esteja com mais pessoas, sempre pode dividir igualmente entre vocês, ou caso encontre alguém por perto, que também queira dar um passeio, pode ser o momento para um passeio de gôndola bem barato.

Veja Também: 14 destinos baratos para conhecer na Europa

Traghetto

Traghetto com turistas em Veneza, Itália.
Traghetto com turistas em Veneza, Itália.

É um serviço de gôndola que, assim como o vaporetto, tem pontos específicos e é compartilhado. Usado bastante pelos moradores locais para se locomoverem, pode ser uma boa pedida para você que não quer gastar muito e ao mesmo tempo dar uma volta de gôndola.

O serviço é bem barato, e não é à toa que seja um dos transportes preferidos dos moradores locais.

+ 12 destinos turísticos da Europa que você precisa conhecer

O que e onde comer em Veneza?

Frutos do mar em exposição em um restaurante de Veneza, Itália.
Frutos do mar em exposição em um restaurante de Veneza, Itália. – Crédito de atribuição editorial: Sorbis / Shutterstock.com

Frutos do mar

Não é de se admirar, que os frutos do mar tenham uma posição de destaque nos cardápios da cidade. Rodeada pelo mar adriático, os frutos do mar extraídos por perto, não poderiam ficar de fora da culinária local.

Veja Também: Europa: Saiba economizar na Viagem ao velho Continente

Massas

Jovem viajante, comendo fatia de pizza. Ao fundo, canal de água em Veneza, Itália.
Jovem viajante, comendo fatia de pizza. Ao fundo, canal de água em Veneza, Itália.

Você não pode nem pensar em ir para a Itália e não provar alguma de suas famosas massas. Desde pães até a pizza, existem muitas opções para você se deliciar em sua visita. Não perca essa oportunidade!

Veja aqui 5 dicas pra você saber como economizar num mochilão pela Europa

Spritz

Aperol Spritz (cocktail) no Grande Canal de Veneza, Itália
Aperol Spritz (cocktail) no Grande Canal de Veneza, Itália

É um coquetel alaranjado que faz muito sucesso na cidade, tanto para os turistas quanto para os moradores locais.

Há restaurantes e bares espalhados por toda a cidade, para todos os gostos e todas as faixas de preço. Mas, acredite se quiser, quanto mais próximos dos pontos turísticos, maiores são os preços.

Então, caso você queira economizar um pouco nas suas refeições, evite o centro histórico e dê algumas voltas pelas vielas da cidade, é quase garantido que você encontrará lugares com preços mais em conta.

Programe sua volta pela cidade de uma forma que, nas horas de almoço, café da tarde ou jantar você esteja em um local um pouco mais afastado, com isso, sem sombra de dúvidas, vai encontrar preços mais baixos.

Caso queira algo mais luxuoso e requintado, você encontra de tudo no centro histórico, todas as lojas são maravilhosas e os restaurantes não hesitam em te oferecer champanhe, gosta?

Veja Também: As 7 mais belas e melhores praias da Europa

Quais são os principais pontos turísticos de Veneza?

Igreja San Giorgio Maggiore em Veneza, Itália.
Igreja San Giorgio Maggiore em Veneza, Itália.

Igreja e Monastério de San Giorgio Maggiore

Este, é um dos lugares que você não pode deixar de conhecer quando viajar para Veneza, se trata de um dos cartões postais da cidade. Construído no século XVI, a igreja possui sua fundação no estilo clássico renascentista, toda a fachada da igreja é construída em mármore branco, é belíssima e compõe um visual incrível.

+ Pequena e charmosa: o cartão postal de Pisa

Praça San Marco

Este é o ponto mais nobre e mais frequentado da cidade de Veneza, é aqui que você encontra mais um cartão postal: os pombos!

Brincadeira, não é um dos cartões postais, mas a praça está repleta deles, perambulam por aqui e ali como se fossem pontos turísticos a serem admirados. É proibido alimentá-los, afinal você não quer uma avalanche de penas em cima de você não é mesmo?

Além dos pombos, na praça São Marco, se encontram muitos pontos turísticos famosos que você verá logo abaixo.

Veja Também: Visitando Verona: a cidade de Romeu e Julieta

Torre do relógio

O relógio fica no terceiro andar da torre, sobre uma moldura de mármore e ouro. Não se engane ao pensar que esse relógio marca apenas as horas, que por sinal estão em algarismos romanos.

O relógio mostra as horas, as estações do ano, as fases da lua e os cinco planetas conhecidos até o momento de sua fundação, Saturno, Júpiter, Marte, Vênus e Mercúrio.

Ouso dizer que, apenas o ponteiro já é uma obra de arte, emoldurado com a imagem do sol, feito de ouro. Ao topo duas estátuas de bronze vigiam o sino que bate para representar as horas do dia.

Veja aqui 6 dicas para você conseguir as melhores taxas de câmbio e economizar muito na viagem

Torre campanário e Basílica de São Marco

Torre campanário e Basílica de São Marco, em Veneza, Itália.
Praça San Marco com a basílica de São Marcos e a torre de sino do Campanile de São Marcos (Campanile di San Marco) em Veneza, Itália. – Crédito de atribuição editorial: Mariia Golovianko / Shutterstock.com

Localizadas na praça de São Marco, podemos dizer que são um dos maiores símbolos da cidade de Veneza. A Basílica é uma construção única, mais únicos que ela, são os cavalos de São Marcos, quatro maravilhosas estátuas de cavalos, cunhadas em bronze que estão expostos dentro dela.

O campanário é a construção mais alta de Veneza e, é claro, lá de cima você consegue uma das vistas mais privilegiadas da cidade. A entrada não é gratuita, mas vale a pena subir os quase 100 metros de altura (de elevador, é claro) para gravar na memória essa experiência incrível.

Veja Também: 7 coisas que você precisa saber antes de passar pela alfândega

Palácio Ducal

Palácio Ducal (Palazzo Ducale) em Veneza, Itália.
Palácio Ducal (Palazzo Ducale) em Veneza, Itália. – Crédito de atribuição editorial: Viacheslav Lopatin / Shutterstock.com

O próprio nome já demostra a importância dessa construção, símbolo de Veneza, abrigou nobres e governantes da cidade. Seu interior possui muitas obras expostas e artigos que valem a pena conhecer. Já fique sabendo… em Veneza é muito difícil encontrar algo que não seja incrível.

Veja aqui os 27 melhores lugares para viajar a dois

Museo Correr

Vista para o exterior do Museo Correr, localizado na Piazza San Marco em Veneza, Itália.
Vista para o exterior do Museo Correr, localizado na Piazza San Marco em Veneza, Itália. – Crédito de atribuição editorial: chrisdorney / Shutterstock.com

Também está localizado na praça de São Marcos, escrituras, manuscritos e relíquias antigas estão à mostra dentro do museu, a vista é digna de uma mistura entre luxo e história.

+ 4 destinos românticos para o fim de semana

Igreja de Santa Maria da Saúde

Basílica de Santa Maria da Saúde em Veneza, Itália.
Basílica de Santa Maria da Saúde em Veneza, Itália. – Crédito de atribuição editorial: Michal Stipek / Shutterstock.com

A construção dessa famosa igreja local está ligada ao terror, a peste negra, que matou um terço da população europeia no século XIV, onde um século depois tal peste dizimou grande parte da população veneziana.

A igreja foi construída como uma promessa divina, na esperança de livrar a cidade do mal da peste. Desde então, esse símbolo é apreciado tanto pelos moradores locais quanto pelos turistas que visitam a cidade.

Veja Também: Airbnb é seguro? Como funciona e como evitar dores de cabeça?

Calçadão da cidade

Movimentada faixa de pedestres da cidade de Veneza, Itália.
Movimentada faixa de pedestres da cidade de Veneza, Itália.

Próximo dos atracadouros dos vaporettos está o calçadão da cidade, onde talvez haja o maior número de turistas. Daqui é possível ver grande parte dos transportes de Veneza e sua infraestrutura.

Para quem se interessa em caminhar, por onde tenha um grande número de pessoas e, quem sabe fazer novas amizades ou até treinar sua conversação em outro idioma, ambientes como esse podem ser bons para você.

Ao pegar um vaporetto preste atenção no destino final, errar o caminho pode causar um aborrecimento e tanto.

Veja aqui 5 dicas para você conversar com alguém que não fala sua língua

Ponte de Rialto

Gôndola perto da ponte Rialto em Veneza, Itália.
Gôndola perto da ponte Rialto em Veneza, Itália.

Este monumento de mais de 500 anos, feito em pedra, consegue encantar pelo seu tamanho e beleza. Apesar da idade, é uma construção muito sólida, pois consegue comportar um número bem grande de turistas tirando fotos em cima dela.

Veja aqui 15 destinos subestimados de lua de mel que vão te conquistar

Mercado di Rialto

Mercado di Rialto em Veneza, Itália.
Famoso Mercato di Rialto – mercado de peixes e agricultores, perto da ponte rialto em veneza, Itália. – Crédito de atribuição editorial: FooTToo / Shutterstock.com

Rialto é o principal bairro comercial de Veneza, logo atrás da ponte de Rialto encontra-se o grande mercado. Você conseguirá encontrar de tudo um pouco no grande mercado, doces, roupas e até as belíssimas máscaras características da cidade.

Veja Também: 7 melhores destinos do mundo para fazer compras

O que fazer à noite em Veneza?

Turista tirando fotos na praça San Marco à noite, em Veneza - Itália.
Turista tirando fotos na praça San Marco à noite, em Veneza – Itália. – Crédito de atribuição editorial: 365_visuals / Shutterstock.com

Andar a pé

Alguns dizem que, ao viajar para Veneza, deve-se tomar muito cuidado para não se perder na cidade, mas na verdade, se perca! Não dá para imaginar o que você vai descobrir ao andar pelas vielas, sem rumo, apenas admirando as luzes e deixando o instinto te levar… mas, não se engane, previna-se para saber como voltar para casa.

Sair sem rumo pela sereníssima cidade de Veneza, durante a noite, também pode te proporcionar belas fotos, com certeza é uma experiência que vale à pena!

Veja aqui 6 coisas inúteis que você coloca na mala de viagem

Bares

Pessoas no restaurante e pizzaria, ao ar livre, em Veneza, Itália
Pessoas no restaurante e pizzaria, ao ar livre, em Veneza, Itália – Crédito de atribuição editorial: poludziber / Shutterstock.com

No entorno do centro histórico da cidade, você conseguirá ver vários bares sem precisar se esforçar muito para isso, caso ainda não tenha provado seu Spritz, sem dúvida vai conseguir degustar essa bebida em algum desses bares próximos.

Veneza é menos movimentada durante à noite, inclusive a praça de São Marcos, que é incrivelmente agitada durante o dia, se torna um ambiente um pouco mais tranquilo.

A vista muda bastante na noite da cidade, você vai precisar ver por si mesmo e descobrir! Não vá para a cama tão cedo, afinal, é Veneza… divirta-se!

+ 6 coisas que você não pode levar na mala numa viagem de avião

Balada

Piccolo Mondo Disco Club, em Veneza, Itália
Piccolo Mondo Disco Club – Foto: Facebook – @piccolo.mondo.venice

Também tem balada em Veneza… e, caso seja seu estilo, tenho certeza de que pode te render uma bela história. A balada mais frequentada pelos turistas em Veneza é a Piccolo Mondo Disco Club, toca uma variedade de estilos musicais e em geral tem avaliações muito boas.

Se for seu estilo, não hesite em conhecê-la.

Veja Também: Vale a pena contratar um seguro viagem internacional?

Passeios nas ilhas próximas à Veneza

Murano em Veneza, Itália.
Murano em Veneza, Itália.

Murano

É um conglomerado de ilhas, famosa pela confecção de cristais que são muito valorizados em todo o mundo. Na cidade, você consegue fazer visitas à fábricas, que mostram ao vivo e a cores a produção dos famosos cristais de Murano, a habilidade no manuseio dos materiais é impressionante.

Você precisa ir, conhecer e sentir a vontade de comprar uma bela escultura por si mesmo(a).

Veja aqui 7 motivos para comprar um seguro viagem

Burano

Casas venezianas coloridas, ao longo do canal nas ilhas de Burano, em Veneza, Itália.
Casas venezianas coloridas, ao longo do canal nas ilhas de Burano, em Veneza, Itália. – Crédito de atribuição editorial: Javen / Shutterstock.com

Você consegue visitar a ilha de Burano facilmente se estiver de Veneza. É outro conglomerado de ilhas, onde as características mais marcantes são a confecção de rendas e o colorido das casas.

As rendas possuem os mais variados tipos e os mais diversos formatos, variando desde roupas, a exposição em quadros como uma obra de arte.

As casas têm cores tão vivas que parecem ter saído direto de um sonho de criança. É um cenário perfeito para belas fotos. Será bem difícil você não se encantar com tudo o que a cidade oferece.

+ 6 situações constrangedoras que você pode evitar com um seguro viagem

Dica de ouro para quem vai viajar para Veneza

Um ponto importante a se destacar é que, alguns pontos turísticos não possuem entrada paga, mas por isso costumam ter uma fila muito grande, nesse caso você pode comprar o bilhete pelo site do local e, consequentemente, furar a fila… rs!

Para visitar as ilhas de Murano e Burano o aconselhável é comprar um bilhete válido por 1 dia no vaporetto, com esse bilhete você vai conseguir visitar as ilhas próximas de Veneza tranquilamente.

O único alerta é de que o vaporetto é como um ônibus coletivo, então em tempos de calor o grande número de pessoas pode ser um verdadeiro incômodo.

Uma alternativa ao vaporetto é o serviço da Alilaguna, que não costuma ser tão cheio e é mais confortável, como um ônibus de viagens aquático.

Mas meu conselho é: não foque muito nos transportes, ou na forma que está indo aos lugares, quando for viajar para Veneza, preocupe-se em curtir ao máximo sua estadia na cidade!

O seguro de viagem é obrigatório

O serviço de imigração da Itália poderá exigir a comprovação de um seguro viagem com uma franquia mínima de 30.000 euros. Nesse seguro deverá está incluído as seguintes coberturas:

  • Assistência médica e hospitalar;
  • Custos aéreos em caso de repatriação;
  • Assistência jurídica;
  • Traslado em caso de falecimento entre outras coisas.

O seguro viagem é a garantia de que a “União Europeia não vai gastar dinheiro com você” em caso de imprevistos durante sua estadia no continente.

Faça uma cotação de seguro viagem em até 12x ou com desconto no boleto. Compare preços de várias seguradoras no Seguros Promo, já com nosso cupom de desconto BOLSADEVIAGEM5 aplicado.

Atrações e tour em Veneza