São Paulo: a cidade que não para

A cidade de São Paulo foi fundada por portugueses no século 16 e hoje é um centro multicultural, todos os gostos estão aqui.

Veja Também

As 10 praias mais bonitas de Alagoas

As praias mais bonitas do Brasil estão situadas no estado de Alagoas. Saiba quais são as melhores praias de piscinas naturais e as paisagens mais lindas.

As 10 praias mais bonitas de Porto Seguro

Conheças as praias mais bonitas de Porto Seguro. Descubra quais são os pontos turísticos mais badalados e monte seu roteiro de viagem.

TOP 5 lugares incríveis para se visitar no Rio de Janeiro

Conheça os melhores passeios para você fazer ao visitar o Rio de Janeiro e entenda porque ela é a cidade maravilhosa que encanta turistas de todo mundo.

Os Melhores Destinos para Viajar em Agosto

Conheça os melhores destinos dentro e fora do Brasil para viajar em Agosto. Escolha o lugar que mais combina com você e, boa viagem!

As 10 melhores praias de Aracaju

Veja as dez melhores praias de Aracaju e escolha onde curtir seus dias de descanso. Surpreenda-se com belos cenários neste destino incrível.

São Paulo é reduto de portugueses, de italianos no bairro da Mooca e do Bixiga, reduto de alemães no bairro de Parelheiros (zona sul da cidade), reduto de árabes que moram na região da rua 25 de Março, reduto de judeus no bairro Higienópolis e reduto de orientais no bairro da Liberdade.

Veja Também: Campos do Jordão: a Suíça brasileira

Nas últimas décadas, São Paulo também se tornou o reduto de peruanos, bolivianos e haitianos que habitam a região central, de africanos concentrados no bairro da República e de paraguaios no bairro Bom retiro.

Além disso, tem os migrantes nordestinos e de outras partes do Brasil que buscam maiores ofertas de estudo e emprego.

Veja Também: 5 motivos para você conhecer Ilha Bela

Com tantos imigrantes e migrantes em busca de novas oportunidades, São Paulo se tornou o maior centro financeiro e mercantil da América do Sul e uma das maiores cidades do mundo.

É uma cidade que funciona 24 horas e oferece ampla rede de hotéis, bares, restaurantes, lojas, estádio de futebol, escolas de samba, teatros e inúmeros arranha-céus.

Veja Também: Paranapiacaba: Os encantos da Cidade Luz

Como a cidade apresenta vários eventos esportivos e culturais ao longo do ano, em destaque o Carnaval com os desfiles no Sambódromo do Anhembi, o Salão do Automóvel, o GP-Brasil de Fórmula 1, a Corrida Internacional de São Silvestre, a decoração de Natal e a Festa da Virada na Paulista, vale a pena conhecer, pois sempre há novidades.

Veja Também: Viaje e conheça Serra Negra

São Paulo
Foto: guiasaopaulo24horas.com.br

Como chegar na cidade de São Paulo

São Paulo tem 2 aeroportos, o de Congonhas na zona sul e o aeroporto Campo de Marte na zona norte que opera apenas táxi aéreo, escola de pilotagem, voos executivos e prestação de serviços para a polícia.

Há 25 km de São Paulo, na cidade de Guarulhos está o aeroporto de Cumbica ou Aeroporto Internacional de São Paulo. Desse aeroporto é possível chegar na cidade de São Paulo de ônibus fretado das linhas Aiport Bus Service (tarifa de R$ 36,50) e Aiport Service ou de ônibus intermunicipal, por exemplo, da linha Metrô Tatuapé/ Aeroporto de Cumbica (tarifa R$ 4,45).

Veja Também: Seus direitos em caso de atrasos ou cancelamentos de voos

Geralmente o Aiport Bus Service leva os passageiros até Congonhas, Itaim Bibi, metrô Tatuapé, Avenida Paulista, República, terminal da Barra Funda ou até a rodoviária do Tietê.

Se optar por ir de táxi de Cumbica ao centro de Sampa pagará por volta de R$ 110,00 reais. Caso queria, poderá alugar um carro em Cumbica, cujas diárias variam de R$ 50 a 180 reais (aluguel de um modelo econômico com quilometragem livre) e ir pelas rodovias Dutra (SP-060) ou Airton Senna (SP-070).

Veja Também: 10 dicas de como prevenir perdas e roubos de bagagem

Outra maneira de chegar em São Paulo é através dos ônibus interestaduais/ intermunicipais e descer na rodoviária do Tietê e depois pegar o metrô para se locomover pela cidade.

Com a ampliação das linhas de metrô, cada vez fica mais fácil se locomover usando o transporte público, mas evite-os nos horários de pico entre 6-8h e entre 17-20h. Além disso, evite ir de carro ao centro, pois com várias faixas para ciclistas, redução da velocidade máxima permitida para 40 km/h e consequentemente mais lentidão, dirigir no centro se tornou um teste de paciência.

Veja Também: Ubatuba, o paraíso do litoral paulista

Onde se hospedar em São Paulo

Os hotéis mais famosos e mais caros são:

  • Hotel Hilton localizado no Morumbi
  • Tivoli que fica perto da Paulista
  • Emiliano na Oscar Freire
  • Mercure Grand Parque Ibirapuera
  • Fasano
  • Sheraton

Ademais, temos opção de flats como o flat Brasília Small Town e o Mercure Paraíso, além de Hostel, como o The Hostel Paulista na rua Pamplona e o São Paulo Hostel Downtown para quem quer gastar pouco e até conhecer novas culturas

Veja Também: São Sebastião além de Maresias

Hotel em São Paulo
Foto: hilton-hotels.com.br

O que fazer em São Paulo

A avenida mais famosa é a Avenida Paulista, que nos últimos anos tem perdido o glamour das lojas de grifes, para dar espaço as marcas mais populares, no entanto essa avenida é única por seus arranha-céus, agências bancárias, casas de câmbio, o Teatro Gazeta, o MASP e o Centro Cultural Fiesp onde ocorre exposições como a “Leonardo Da Vinci: a Natureza da Invenção”.

Veja Também: Economize na viagem de férias

Uma das ruas que cortam a Paulista é a rua Augusta, local de vários bares que tocam rock, casa de stand up e baladas alternativas, sendo assim é o reduto do público jovem alternativo.

Ali perto tem a casa noturna Le Reve e o foco é a música flashback e alusão ao mundo dos sonhos do filme Alice no País das Maravilhas.

Veja Também: 5 Dicas para Turistas de Primeira Viagem

Na região dos Jardins, ainda perto da avenida Paulista há a rua Oscar Freire, eleita a oitava mais elegante do mundo. Lá encontram-se as melhores marcas como:

  • Fórum
  • Diesel
  • Osklen
  • Armani
  • Christian Dior
  • Loja-conceito da Hawaianas
  • Restaurantes como o Italy e o Caroline que serve principalmente pratos franceses e italianos
  • Bares, docerias e sorveterias como a Häagen-Dazs.

Veja Também: Dicas para você planejar sua viagem

Caso, as compras nas lojas das melhores grifes não esteja no orçamento de sua viagem, vale a pena passar na região da rua 25 de Março para adquirir bijouterias, utensílios domésticos, artigos de papelaria, e artigos para festas como fantasias.

Veja Também: Férias: 5 estratégias para você gastar menos em sua Viagem

Como a rua 25 de Março está sempre lotada, cuidado com os pertences e evite ir de carro, o melhor é descer na estação São Bento do metrô. Se estiver nessa região, vá até o Mercado Municipal e deguste o grande e saboroso sanduíche de mortadela e o pastel de bacalhau.

Prédio da Bovespa em São Paulo
Prédio da Bovespa em São Paula – Foto: Arquivo pessoal de Lydia Wingist

Ali em torno do metrô São Bento vale a pena conferir os Cantos Gregorianos do Mosteiro de São Bento, a vista panorâmica no prédio da Bovespa (visitação gratuita e aberta a

Terraço do Edifício Martinelli em São Paulo
Terraço do Edifício Martinelli – Foto: Lydia Wingist

o público apenas nos dias úteis) e a vista no Edifício Martinelli, aberto ao público todos os dias gratuitamente.

Veja Também: O que fazer no Rio de Janeiro

O Edifício Martinelli, idealizado pelo comendador italiano Giuseppe Martinelli, foi o primeiro arranha-céu construído em São Paulo.

Veja Também: TOP 5 lugares incríveis para se visitar no Rio de Janeiro

Perto do Edifício fica o Pateo do Collegio, primeira construção da cidade onde o padre Manuel da Nobrega e o noviço José de Anchieta faziam a catequização dos índios. Outro ponto turístico na região é a Catedral da Sé.

Veja Também: Monte Verde: Um pedacinho da Suíça no Brasil

Para ir até o Pateo do Collegio ou na Catedral pode-se ir pelo metrô São Bento ou Sé, porém a estação mais próxima é a da Sé.

Vista Panorâmica de São Paulo do Edifício Martinelli
Vista Panorâmica de São Paulo do Edifício Martinelli – Foto: Lydia Wingist

Vista da Cidade de São Paulo pelo Edifício Martinelli
Vista da Cidade de São Paulo pelo Edifício Martinelli – Foto: Lydia Wingist

Além da rua 25 de Março, outro ponto interessante para comprar roupas e sapatos é na rua José Paulino no bairro Bom Retiro. Lá, os preços e a qualidade das roupas são bons. Há vários estacionamentos na região, mas o melhor é ir de metrô e descer na estação da Luz.

Na estação da Luz há acesso direto para o Museu da Língua Portuguesa e do outro lado da calçada, bem em frente ao museu encontramos a Pinacoteca.

Veja Também: Lavras Novas: conheça e surpreenda-se

A última grande exposição de sucesso na Pinacoteca foi a do australiano Ron Mueck. Nessa região, confira também o museu da Arte Sacra, rico em objetos de ouro, imagens de Santos e móveis provenientes de algumas capelas. Para chegar no museu da Arte Sacra desça na estação Tiradentes.

Veja Também: Nos caminhos da Estrada Real

Exposição Presépios no Museu da Arte Sacra em São Paulo
Exposição Presépios no Museu da Arte Sacra em São Paulo – Foto: Lydia Wingist

Apesar dos bons preços no Bom Retiro, no Brás há lojas de roupas ainda mais em conta. Para ir até o Brás desça na estação Brás e tome muito cuidado com a carteira e o celular.

Se preferir artigos orientais, passe no bairro da Liberdade (estação Liberdade do metrô). Lá há muitos restaurantes que servem comida chinesa e japonesa, joalherias, lojas de eletrônicos, cosméticos e produtos orientais dos mais variados.

Veja Também: As 10 melhores praias do Rio de Janeiro

Na região de Moema também há várias lojas de roupas, calçados e lojas de grifes que valem a pena conferir, e se estiver por lá passe no Bazar da Anabella Calçados ou na Shoestock de Moema, além das lojas de artesanato e de móveis.

Para chegar lá o melhor é ir de carro ou táxi. Como o bairro é muito arborizado, você pode alugar uma bicicleta na Alameda Iraé e andar pelas ciclofaixas aos domingos por R$ 6 a hora, ou pedalar dentro do Parque do Ibirapuera que fica próximo.

Veja Também: Salvador: uma cidade eclética

Em falar em parques e natureza, conheça o Sesc Santo Amaro, a represa Guarapiranga (foto abaixo) e ande de barco por R$ 7 reais ou aprenda Windsurf, visite também o Zoológico de São Paulo e o Jardim Botânico na zona sul. Já na zona norte conheça o Parque Vila Lobos e ande de patins e bicicleta, e o Pico do Jaraguá, ponto mais alto da cidade, onde é possível fazer trilhas e tirar boas fotos panorâmicas da cidade.

Veja Também: As 7 mais belas e melhores praias de Santa Catarina

Parque Ecológico do Guarapiranga em São Paulo
Parque Ecológico do Guarapiranga em São Paulo – Foto: saopaulo.sp.gov.br

Como São Paulo tem inúmeros pontos turísticos, fica difícil falar de todos, mas não deixe de assistir um concerto no teatro municipal ou um musical da Broadway em um de seus teatros, como o Teatro Renault, que foi palco do espetáculo O Rei Leão e palco do espetáculo musical Mudança de Hábito.

Veja Também: Veja porquê você deve ir a Blumenau

E se queres emoção, assista uma corrida no autódromo de Interlagos, um páreo no Jocky Club de São Paulo ou ainda, competição de hipismo na hípica Santo Amaro e as meia-maratonas que ocorrem todo o ano pela cidade.

Para os que almejam aproveitar a noite, recomendamos um jantar ao som de um piano e apreciando a vista em 360° de São Paulo no Terraço Itália, ou um jantar em umas das cantinas do Bixiga, os bares da Vila Madalena, os barzinhos da Mooca, as baladas da Vila Olímpia como a famosa Limelight e a The History.

Veja Também: Seguro viagem: porque você não pode embarcar sem ele!

E se você gosta de algo mais light, faça um happy hour em uma das 6.000 pizzarias da cidade, ou no Paris 6, um dos restaurantes mais cogitados no momento entre celebridades e o público em geral.

Enfim a cidade é muito eclética e tem bares, Food Trucks (uma das maiores feirinhas de Food Truck fica no Butantã), churrascarias, casas de espetáculos e peças de teatros que vão agradar todos os gostos 365 dias por ano. Além disso, tem opções de hospedagens e passeios para todas as classes.

Junte-se a nossa newsletter!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Assinando a newsletter você aceita receber e-mails do Site Bolsa de Viagem. Você poderá cancelar o recebimento a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR