foto de Sabará
foto de Sabará

Nosso caminho pela Estrada Real nos leva até o distante norte de Minas Gerais, quase divisa com a Bahia.

Mas calma que tem muito chão para bater ainda!

Veja: Nos caminhos da Estrada Real

Mais: Lavras Novas: conheça e surpreenda-se

Estamos hoje na cidade de Sabará. Dentre as cidades e localidades que fazem parte dos caminhos da Estrada Real, Sabará é a que está mais próxima de Belo Horizonte. Vamos ver o que tem por lá.

Pintura do século XIX mostra a cidade de Sabará
Pintura do século XIX mostra a cidade de Sabará, tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Sabará, em termos curtos significa Pedra Reluzente, ou tesáberabusu, que tem em “Sabará” sua forma abreviada.

Original de um termo do dialeto Tupi, significa “grandes olhos brilhantes”.

Dividindo, fica assim:

Tesá, olho + berab, brilhante + usu, grande. O nome é para lembrar das grandes pepitas de ouro que foram encontradas na região. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Sabar%C3%A1

Sabará
Talvez a mesma cena da pintura histórica de Sabará, desta vez, retradada com recursos mais contemporâneos

Diz a história que Sabará teria sua origem de um arraial de bandeirantes que apareceu no fim do século XVII (dezessete).

O povoado cresceu e passou a ser chamado de  freguesia em 1707, que depois foi elevada a vila e finalmente alcançou o nobre posto de  município em 1711, com um nome curto, singelo e fácil de lembrar: Vila Real de Nossa Senhora da Conceição do Sabará. Para felicidade geral, ficou só Sabará desde 1838.

Conheça: Ouro Preto: Seguindo a Estrada Real

Solar Padre Correa, atual prefeitura
Solar Padre Correa, atual prefeitura

A história de Sabará está ligada à descoberta de ouro na região, então conhecida como Sabarabuçu, em finais do século XVII e à presença do ilustre Borba Gato, bandeirante que por lá ficou e fez morada e se tornou o primeiro guarda-mor da cidade após a morte de Fernão Dias.

A versão mais difundida atualmente é de que quando o bandeirante paulista chegou a Sabará, já encontrou uma povoação e que o núcleo urbano que criou foi Santo Antônio do Bom Retiro da Roça Grande, outro nome pequeno e fácil de decorar, que fica um pouco antes da entrada de Sabará, do outro lado do Rio das Velhas.

Nosso caminho passa próximo da capital de Minas Gerais, mas a Belo Horizonte só viria a existir no século XVIII (dezoito), sendo a primeira cidade planejada do Brasil.

Veja: Seguindo a Estrada Real: Ouro Preto – Parte 2

mapa de Sabará
Fonte: Google Maps

Vamos então ficando em Sabará.

Como cidade da Corrida do Ouro brasileira, faz parte da rota dos minérios preciosos. Pedras de todo tipo vindo de Diamantina, última cidade ao norte.

Em Sabará a extração de ouro era grande. E concentrava todas as atividades de extração do minério da região, tanto que ficava em Sabará a Casa de Fundição, para onde ia todo o ouro, que seria fundido em barras e lingotes e taxado com o quinto, imposto de vinte por cento do total de metal. Os garimpeiros odiavam.

Conheça: Diamantina: A terra dos diamantes

Centro histórico de Sabará
Centro histórico de Sabará

Por causa da riqueza movimentada na localidade, a antiga comarca de Sabará era a maior de Minas Gerais, atingindo até a região de Paracatu e o Triângulo Mineiro.

No começo do século XIX (dezenove), Sabará estava dividida em duas. A Cidade Velha, que é a parte onde estão as igrejas de Nossa Senhora do Ó e Nossa Senhora da Conceição e Cidade Nova, lado em que o visitante pode encontrar o centro histórico e a parte baixa, em direção ao rio Ribeirão de Sabará.

Conheça: Mariana: Guia turístico

Igreja de Nossa Senhora do "Ó" de Sabará
Igreja de Nossa Senhora do “Ó” de Sabará

Sabará é orgulhosa de ter em sua história vultos famosos ligados à Inconfidência Mineira e com tanto a mostrar a e contar, o morador da cidade se mostra muito receptivo a visitantes.

Tanto que uma das atrações de Sabará é sua vida noturna, que você pode conferir nas praças Melo Viana e Santa Rita.

Conheça: Monte Verde: Um pedacinho da Suíça no Brasil

O visitante é bem recebido. O povo de Sabará é muito receptivo
O visitante é bem recebido. O povo de Sabará é muito receptivo

Do ponto de vista histórico, o mineiro de Belo Horizonte se orgulha de dizer a qualquer visitante que visitar Sabará é fazer uma viagem no tempo, sem ficar muito longe da capital. Afinal, uma cidade está encostada na outra.

Das atrações turísticas de Sabará, podemos destacar:

Chafariz Caquende, ou Kaquende
Chafariz Caquende, ou Kaquende

Chafariz do Caquende, ou Kaquende, depende da placa

Há ainda muitos chafarizes antigos em Sabará.

Os mais conhecidos são o do Kaquende, construído em 1757 na Rua São Pedro, no antigo centro comercial da cidade, Chafariz do Rosário, ao lado da igreja do Rosário, mais um na Praça Melo Viana e outro famoso, o da Corte Real.

Igreja Nossa Senhora do Rosário - Construída em Sabará por ex-escravos mas nunca terminada por falta de recursos
Igreja Nossa Senhora do Rosário – Construída em Sabará por ex-escravos mas nunca terminada por falta de recursos

Igrejas

Verdadeiro museu de igrejas setecentistas, em Sabará estão algumas das mais famosas de Minas Gerais:

  • Nossa Senhora da Conceição – De 1710 – A Igreja Matriz da cidade, na praça Getúlio Vargas, esta, no lado da Cidade Velha;
  • Nossa Senhora do Rosário – De 1713, nunca foi concluída pelos escravos da irmandade dos homens pretos da Barra do Sabará, que começaram a construção mas pararam por falta de recursos;
  • Nossa Senhora do Ó de 1717, uma das mais representativas do barroco mineiro, curiosamente, tem influência chinesa na arquitetura externa e também na decoração interna. O nome se deve às ladainhas de Nossa Senhora, que começam sempre com o ‘Ó’ e continuam com algum louvor ou agradecimento;
  • Nossa Senhora do Carmo – De 1763, decorada com trabalhos de Mestre Aleijadinho;
  • Nossa Senhora das Mercês dos Homens Pardos – Data de 1781. A arquitetura é simples, sem ornamentações internas, afinal, é para ex-escravos, ou escravos libertos. Sua localização é privilegiada pela paisagem;
  • Igreja de Nossa Senhora da Assunção – No distrito de Ravena, também do século XVIII. Em 2010 teve um processo de recuperação feito pelo IEPHA;
  • São Francisco – De 1781, além de várias capelas.

Conheça: Porto Seguro: Aqui nasceu o Brasil

Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Sabará, também Igreja Matriz
Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Sabará, também Igreja Matriz
Casa da Ópera de Sabará e Teatro-Municipal - Construídos pelo povo da cidade.
Casa da Ópera de Sabará e Teatro-Municipal – Construídos pelo povo da cidade.

Casa da Ópera

A primeira Casa da Ópera da Vila Real de Nossa Senhora da Conceição de Sabarabuçu é de antes de 1771, mas já estava abandonada em 1783, porque as apresentações teatrais foram transferidas para um palco de madeira construído em praça pública.

A atual Casa da Ópera de Sabará, também Teatro Municipal, é de 1819, construída com esforço da população local, datando 1819.

Veja: Olinda: De cidade histórica a Patrimônio Cultural da Humanidade

Museu do Ouro de Sabará
Museu do Ouro de Sabará

Museu do Ouro

Funciona na antiga Casa de Intendência e Fundição do Ouro da Vila Real de Nossa Senhora da Conceição do Sabará, com objetos do período de extração do ouro em Minas Gerais durante o século XVIII.

Há também peças do mobiliário luso-brasileiro dos séculos XVIII e XIX, pratarias, arte sacra e utensílios domésticos de época.

Conheça: Penedo: Uma cidadezinha alagoana com grandes histórias

O Festival de Jabuticaba de Sabará acontece no começo de dezembro
O Festival de Jabuticaba de Sabará acontece no começo de dezembro

Festas Famosas

Festival de Jabuticaba: Sabará é a “Terra da Jabuticaba”.

Típica no Brasil, com maior produção no estado de Minas Gerais, a jabuticaba encontrou espaço nos quintais das casas de Sabará.

O plantio de jabuticaba é incentivado e a preservado por lei municipal.

Conheça: Um paraíso chamado Santo Antônio de Lisboa

Carnaval de rua em Sabará
Carnaval de rua em Sabará

Carnaval em Sabará

O carnaval de rua de Sabará é um dos mais conhecidos e animados da região metropolitana de Belo Horizonte e recebe visitantes de todo o estado, assim como Brasil e exterior.

 Pontilhão de trem sobre o Rio das Velhas em Sabará
Pontilhão de trem sobre o Rio das Velhas em Sabará