Muitas pessoas que já tiveram trombose sentem receio de viajar de avião, especialmente em viagens muito longas, acima de oito horas.

Isso porque nessas viagens, é comum ficarmos muito tempo parados em uma mesma posição, dificultando a circulação sanguínea nos membros inferiores, o que pode desencadear quadros de trombose.

Neste artigo vamos descobrir se quem teve trombose pode viajar de avião, o que causa a trombose e o que fazer para evitar este quadro que pode ser extremamente grave, principalmente dentro de aviões, onde o pronto atendimento é limitado.

Quem teve trombose pode viajar de avião
Fonte: Tópico de Saúde

O que é trombose?

A trombose venosa nada mais é do que a formação de coágulos (ou trombos) nas veias, que podem ocasionar inchaço e dor.

Quando a circulação sanguínea é comprometida, o sangue tende a não ser drenado, ficando mais grosso e com maior dificuldade de passagem, formando assim, os coágulos.

O mais grave, no entanto, é quando esses coágulos se desprendem da parede das veias e seguem em direção ao pulmão, causando embolia pulmonar, que pode levar à morte.

Os sintomas da embolia pulmonar decorrente de trombose venosa são falta de ar, dores torácicas, escarros com sangue e formigamentos, sendo uma doença extremamente grave e, muitas vezes, sem chances de cura.

Veja Também: Quem teve arritmia pode viajar de avião?

Quem teve trombose pode viajar de avião? Quem está no grupo de risco?

Quem teve trombose pode viajar de avião sim, mas, é importante seguir algumas dicas:

Deixar o corpo em uma mesma posição, como ocorre em viagens longas de avião, pode dar inicio a um quadro de trombose.

Entretanto, outros fatores podem estar ligados ao desencadeamento da trombose venosa, tais como o sedentarismo, obesidade, câncer, trombofilia (dificuldade de coagulação), derrame, doenças graves, paralisia, varizes e tabagismo.

Além disso, não é recomendado que viagens muito longas sejam feitas sem a autorização de um médico no caso de gestantes, pessoas que passaram por cirurgias recentemente, mulheres que deram a luz recentemente, idosos com Alzheimer e mulheres que fazem tratamento hormonal, com o uso de, por exemplo, anticoncepcionais.

Veja Também: Quem tem labirintite pode viajar de avião?

Como ficar longe da trombose venosa ao viajar de avião?

Apesar dos fatores de risco citados acima, existe alguns macetes que podem ajudar a evitar a trombose venosa.

Receitados por médicos, os remédios antiagregantes e anticoagulantes tem a função de afinar o sangue, dificultando a formação de coágulos.

Veja Também: Quem teve aneurisma pode viajar de avião?

Além disso, é muito importante seguir algumas regras durante o vôo, tais como:

– Evite ficar muito tempo em uma mesma posição. Mexa-se regularmente, em especial a região das pernas;

– Caminhe pelo corredor sempre que for possível.

– Faça movimentos de vai e vem com os pés, para ajudar a circulação;

– Evite fumar antes do vôo;

– Não consuma bebidas alcoólicas;

– Não use drogas ou remédios fortes como antidepressivos ou calmantes;

– Use meias de alta compressão;

– Vista roupas confortáveis e largas;

– Beba bastante água;

Mesmo assim, se você já sofreu de trombose ou embolia pulmonar, consulte seu médico antes de fazer qualquer viagem.

Afinal, os riscos são grandes e todo o cuidado é pouco.

Curta: Nossa Página no Facebook