Outras pessoas estão vendo agora:

Conheça a praia do Bonete em Ilhabela: Pequeno tesouro do litoral paulista

Os apaixonados por sol, areia e água salgada devem...

6 atrações turísticas em Dubai para você incluir no roteiro de viagem

Se você está em busca de um destino super...

Londres: 5 Passeios que não podem faltar na viagem

Está com passagem marcada e vai passar as férias...

Quem teve aneurisma pode viajar de avião?

Pacientes que já tiveram determinados problemas de saúde podem receber recomendações específicas para segurança própria, como viajar de avião.

Em uma viagem aérea, com horas de duração a grandes altitudes, será que quem teve aneurisma pode viajar de avião?

Mostraremos algumas informações a respeito do tópico, confira!

Curta: Nossa Página no Facebook

Descubra se quem teve aneurisma pode viajar de avião:

Descobrindo se quem teve aneurisma pode viajar de avião
Fonte: Melhores Destinos

Entendendo melhor o aneurisma

Entendendo melhor o aneurisma
Fonte: Krok do Zdrowia

O aneurisma é uma doença que costuma surgir sem a ocorrência de sintomas, podendo se tornar uma surpresa inesperada para muitas das pessoas afetadas.

A doença se dá devido a dilatações das paredes arteriais, levando o sangue a se acumular facilmente – criando pequenos coágulos que podem estourar, causando o aneurisma.

Boa parte da população pode nem mesmo perceber que algo está errado, sentindo apenas uma dor de cabeça e associando-a à estresse no trabalho, por exemplo.

Veja Também: 5 dicas para você vencer o medo de viajar de avião

Entretanto, é importante sempre acompanhar a sua saúde, ainda mais se estiver com dores de cabeça frequentes e histórico de familiares com a doença.

Afinal, a ruptura de um aneurisma pode ser fatal.

Exames de rotina e acompanhamentos com um médico são essenciais para quem já teve ou possui um aneurisma, podendo levar a uma vida normal.

Veja Também: 5 dicas para você planejar sua viagem e não ter imprevistos

Quem teve aneurisma pode viajar de avião?

Quem teve aneurisma pode viajar de avião um
Fonte: Vietravel

A pressão atmosférica é um dos fatores que preocupam quando a pergunta é: Quem teve aneurisma pode viajar de avião.

Afinal, durante um voo, a pressão tem a tendência de se alterar conforme a viagem – levando ao organismo a necessidade de se adaptar às mudanças.

Quem teve aneurisma pode viajar de avião sem preocupações, contanto que tenha conseguido a autorização de um médico.

Veja Também: 11 segredos que os comissários de voo não revelam aos passageiros

É fundamental reduzir o consumo de bebidas energéticas e praticar pequenas atividades durante o voo – como caminhar até os banheiros.

Essas medidas tornam mínimas as chances de um paciente sofrer novos aneurismas.

Antes de entrar no avião, certifique-se de informar à companhia aérea sobre suas condições, assim, caso algo ocorra, você garante um bom e rápido atendimento emergencial.

Veja Também: 6 coisas que você não pode levar na mala numa viagem de avião

Exames antes e após o voo

Exames antes e pós voo para que ja teve anerisma
Fonte: Dr. Renato Zilli

Como já dissemos, é extremamente importante a realização de exames de rotina para quem sofre/sofreu com aneurismas.

Quem teve aneurisma pode viajar de avião, entretanto, apenas se estiver com um acompanhamento a respeito do quadro.

Assim, você previne que o aneurisma volte, além de poder entender as circunstâncias que podem desencadear um possível aneurisma.

Em alguns casos, o médico pode receitar medicamentos para garantir um voo sossegado para quem teve aneurisma poder viajar de avião.

Lembre-se de se levantar a cada duas horas em um voo de avião para caminhar.

Veja Também: 5 dicas para você encontrar passagens aéreas mais baratas

Sintomas da doença

Quem teve aneurisma pode viajar de avião sintomas da doença
Fonte: Home Angels

Os sintomas e sinais de um aneurisma dependem de qual área o aneurisma está localizado.

Em casos de aneurismas perto da superfície do corpo, é comum sentir dor e inchaço no local – podendo levar ao surgimento de um caroço.

Aneurismas internos, como os cerebrais, não costumam causar sintomas, a não ser em casos em que se rompem.

Nesse caso, a pessoa pode sentir dores, redução da pressão arterial e taquicardíaca, além de tonturas.

Veja Também: 5 Dicas para Turistas de Primeira Viagem

Leia também

12 dicas para quem vai viajar a Veneza pela primeira vez

A experiência de viajar a Veneza, na Itália, pela...

Dicas úteis na hora de viajar de avião

Viajar é um dos melhores investimentos que você pode...

Os 3 melhores destinos para viajar no Natal e Ano Novo

Veja quais são os melhores destinos para viajar no...

10 melhores praias para lua de mel no Brasil

Sol, areia e mar; cenário perfeito de puro romance...
Redação Bolsa de Viagemhttps://www.bolsadeviagem.com.br/
Dicas de viagem para você escolher os melhores destinos, melhores hotéis, melhores passeios, promoções de passagens aéreas e conhecer as praias mais bonitas

Ottawa: As 11 melhores coisas para fazer na capital do Canadá

Conhecida por ser referência em educação nas Américas, Ottawa reserva inúmeras surpresas para quem se disponibiliza a conhecê-la melhor.

Pontos turísticos de Macapá: O que fazer em uma viagem curta à capital do Amapá

O turismo é uma das principais atividades econômicas de Macapá, capital do Estado do Amapá, no Norte do Brasil. Por isso, a cidade mantém...

As 11 melhores coisas para fazer em Edimburgo na Escócia: o segundo destino mais buscado pelos turistas que visitam o Reino Unido

Conheça os principais pontos turísticos de Edimburgo. Uma cidade que reserva inúmeras surpresas e paisagens deslumbrantes para ninguém botar defeito.