Foto da Cachoeira Véu das Noivas em Poços de Caldas
Cachoeira Véu das Noivas

A viagem a Poços de Caldas pode ser um passeio romântico ou um passeio em família, pois o local é bastante tranquilo, com atividades que agradam esses dois perfis de turismo.

Poços de Caldas está a aproximadamente 250 quilômetros da cidade de São Paulo e a mais ou menos 450 quilômetros de Belo Horizonte e da cidade do Rio de Janeiro.

Ela está localizada em uma região vulcânica (extinta há muito tempo!) e coberta de vegetação.

A temperatura de Poços de Caldas é amena, girando em torno de 15 ºC no inverno (entre abril e setembro) e 21ºC durante o verão (de outubro a março), período com maior intensidade de chuvas. As temperaturas registradas variam entre a mínima de – 6 ºC e a máxima 32 ºC.

Fontes e cachoeiras estão espalhadas por ali e essas águas são famosas por suas propriedades medicinais. Visite a Cachoeira Véu das Noivas, uma das mais famosas da região.

Conheça: Sabará: A Pedra Reluzente

Foto da Cachoeira Véu das Noivas em Poços de Caldas
Cachoeira Véu das Noivas

Além de apreciar a beleza do lugar, tirar muitas fotos e passar momentos agradáveis, perto à cachoeira há uma Feira de Artesanato Véu das Noivas (que funciona diariamente das 9h às 17h). No local é possível comprar várias lembranças de sua viagem.

Conheça: Diamantina: A terra dos diamantes

Interessante para visitar também são as fábricas de Cristais de Poços de Caldas, que são tradicionais na cidade. Nelas, o visitante pode observar o trabalho dos fabricantes e comprar seus produtos. As principais cristaleiras são Ca D’oro e São Marcos, ambas localizadas na Avenida João Pinheiro.

Nessa mesma avenida há produção artesanal de sabonetes, também famosa na cidade.

Um passeio de charrete pode levá-lo para conhecer essa avenida. O passeio, apesar de ser tradicional na cidade, não é tão interessante quanto pode parecer, pois o condutor faz somente paradas rápidas em um parque e em lojas diversas para o turista fazer compras: vidraçaria, malhas, sabonetes, queijos, vinhos e cachaças são os produtos que poderão ser comprados durante o passeio. As crianças costumam gostar.

Também em Minas Gerais: Mariana: Guia turístico

Passeio de charrete em Poços de Caldas
Passeio de charrete em Poços de Caldas. Foto de Iracema Cerdan Zavaleta Galves (2014).

No centro da cidade, há inúmeras praças tranquilas para conhecer, caminhar e deixar-se ficar.

A Praça dos Macacos e a Praça do Relógio são alguns exemplos, elas têm árvores e muitas flores, além disso, tem bancos para sentar-se e até coretos.

Na Praça Elisiário Junqueira, bem próximo às Thermas Antônio Carlos, tem o Calendário Floral que é feito com flores, plantas e pedras e marca a data atual. Vale a pena uma foto para registrar esse momento da viagem.

Veja Também: Lavras Novas: conheça e surpreenda-se

Calendário Floral, na Praça Elisiário Junqueira
Calendário Floral, na Praça Elisiário Junqueira

Já no Parque José Affonso Junqueira, bem em frente ao Palace Casino, está a estação do teleférico, que o levará ao Parque da Serra de São Domingos. O percurso tem 1.500 metros e dura mais ou menos 15 minutos.

Conheça: Monte Verde: Um pedacinho da Suíça no Brasil

Foto do Teleférico, em Poços de Caldas
Teleférico, em Poços de Caldas. Foto de Iracema Cerdan Zavaleta Galves (2014).

Desde a Serra de São Domingos é possível visitar o Cristo e ter uma vista bem bonita de toda a cidade.

A chegada à Serra de São Domingos pode ser feita também através de uma trilha.

Viaje: Nos caminhos da Estrada Real

Foto do Cristo e mirante São Domingos (vistos do teleférico)
Cristo e mirante São Domingos (vistos do teleférico). Foto de Iracema Cerdan Zavaleta Galves (2014).

Poços de Caldas também tem alguns museus. O Instituto Moreira Salles, por exemplo, tem como principal foco promover programas culturais na cidade. Oferece uma exposição permanente sobre a cidade. Está localizado na Rua Teresópolis, 90.

Ainda em Minas: Ouro Preto: Seguindo a Estrada Real

Na hora de comer, o turista degustará com prazer as opções que Poços de Caldas apresenta. São mais de 1300 estabelecimentos, entre restaurantes, padarias, cafés e bares para oferecer o melhor da cozinha mineira (com seus deliciosos doces e quitutes, os queijos, o pão de queijo, as pimentas, a cachaça…), mas há também cozinhas de outras regiões.

Em algumas praças do centro há, inclusive, trailers vendendo lanches para todos os tamanhos e gostos e, à noite, costuma ter bastante movimento.

Há muitas opções de hospedagem na cidade, desde pousadas simples até resorts luxuosos.

Em 2003, o Sindicato dos hotéis, bares e restaurantes de Poços de Caldas calculou 6.463 leitos para turistas, espalhados em 53 hotéis.

Perto de Poços de Caldas há bons hotéis fazenda, com muitas atividades e gostosas refeições, ideal para quem quer descansar e não ter preocupações.

Mais: Seguindo a Estrada Real: Ouro Preto – Parte 2