Enquanto buscava recomendações com amigos para compor meu roteiro de viagem a Itália, não recebi nenhuma indicação para conhecer a cidade de Pisa.

Porém, a famosa imagem da torre pendente sempre permeou minha imaginação quando o pensamento era a Itália. Então logo encaixei no roteiro do meu mochilão na Europa a visita a Pisa.

Veja Também: Visitando Verona: a cidade de Romeu e Julieta

Meus amigos, que não fizeram a mínima questão de conhecer a cidade enquanto viajavam, me questionaram: mas você vai até lá só pra tirar uma foto de uma torre torta? Sim, eu vou. Foi sempre a minha resposta.

Foto 1 - Piazza Del Miracoli panorâmica - Susan Buranelo
Foto 1 – Piazza Del Miracoli panorâmica – Pisa na Itália

Não tenho um fio de cabelo de arrependimento. Além de ser uma das minhas fotos preferidas de toda a viagem (a da Torre de Pisa) a cidade é pequena, encantadora e aconchegante. Foi a única cidade na Itália em que não tomei ônibus para chegar aos pontos turísticos. Fiz todo o caminho a pé.

Veja Também: Portugal: Um Guia rápido para conhecer o país

A cidade de Pisa tem um ar de interior, porém, o perigo de Roma. Tome cuidado com suas bolsas e mochilas. Por ser uma grande praça com milhares de turistas, a circulação de pessoas é grande – só cuide dos seus pertences com bastante atenção.

Veja Também: Lisboa: A Capital e a alma Lusitana

Foto 2 - Entrando na Piazza Del Miracoli - Pisa na Itália
Foto 2 – Entrando na Piazza Del Miracoli – Susan Buranelo

Pisa: Guia de Viagem

O que conhecer

Os pontos turísticos mais conhecidos da cidade ficam localizados juntos na Piazza Del Miracoli (Praça dos Milagres, em português). Isso facilita muito o passeio. A Torre Pendente de Pisa, a catedral chamada ‘Duomo di Santa Maria Assunta’ e o Baptistério – onde aconteciam as celebrações de batizados – compõem um trio encantador.

Veja Também: Seguro viagem: porque você não pode embarcar sem ele!

Você não paga nada para entrar na Piazza Del Miracoli, tira fotos maravilhosas e ainda senta no gramado ao lado de milhares de turistas tomando um gelato (sorvete italiano) e apreciando a linda paisagem. E, por favor, não se frustrem. A Torre de Pisa parece bem maior em fotos e pela televisão. Ao vivo ela não é tão assustadoramente grande, mas não perde um centímetro de charme.

Veja Também: 4 situações que pedem um Seguro Viagem

Como chegar

Localizada na região da Toscana, a cidade de Pisa fica a uma hora de trem de Firenze (Florença) – outra cidade que recomendo conhecer na Itália.

Me programei com o roteiro Florença – Pisa – Roma. O trajeto da estação de trem Florença di Santa Maria Novella para a estação Pisa Centrale conta com bilhetes a partir de 5 €. Diferente de todos os outros bilhetes da viagem, este trecho eu comprei somente na hora, pois o trajeto é bastante comum, com trens saindo de hora em hora para Pisa.

Veja Também: Brooklyn: O pedaço mais estiloso de Nova Iorque

Cheguei bem cedo na estação central da cidade, Pisa Centrale, e me programei para um dia tranquilo de passeio.

Voltei a Roma somente no final da tarde (trajeto com duração de 3 horas, a partir de 20 €), este trecho eu recomendo comprar antecipado para garantir o melhor preço (pelos sites raileurope-world.com ou trenitalia.com).

Veja Também: Uma semana na Costa Rica: Diário de viagem

Saindo da estação, fui caminhando sentido Piazza dei Miracoli. Calmamente, passei pelo Rio Arno, o principal Rio da Toscana. O local atrai centenas de estudantes no final da tarde. Um lugar interessante e especial para uma bela foto da cidade de Pisa.

Veja Também: Nova Iorque: viva um sonho na cidade que nunca dorme

Piazza Del Miracoli

Este é o principal ponto turístico da cidade e, como já disse, é de graça. É nela que ficam a Torre Pendente de Pisa, o Duomo di Santa Maria Assunta e o Baptistério.

A tradicional fotografia ‘segurando’ a torre pendente garante todo o passeio, mas, como fiz a viagem sozinha, foi um pouco difícil encontrar alguém para tirar uma foto.

Os turistas ali ficam tão empolgados com as próprias fotos que é um pouco difícil eles ajudarem. Uma imagem das três construções juntas também é de tirar o fôlego. Parece que tiramos uma foto de um cartão postal. A perfeição e a harmonia das construções são surpreendentes.

Veja Também: Os 7 melhores destinos para lua de mel

Foto 3 - Torre Pendente de Pisa - Susan Buranelo
Foto 3 – Torre Pendente de Pisa – Susan Buranelo

Torre Pendente de Pisa

É a terceira construção mais antiga na praça, depois da catedral e do baptistério. Você pode subir os 296 degraus da Torre de Pisa e ter uma vista da pequena cidade. Mas confesso que achei o passeio um pouco caro – o bilhete custa 18 €. E, em minha opinião, a vista do lado de fora da Torre é bem mais interessante.

Veja Também: Guia de Viagem para Você conhecer o México

Duomo di Santa Maria Assunta

A visita na catedral – Duomo di Santa Maria Assunta, é gratuita. Como diversas igrejas da Itália, ela conta com um chame sem comparação. Com uma enorme porta de bronze, o passeio no interior da igreja vale muito a pena.

Veja Também: Mochilando pelo Norte do Peru

Battistero

É a primeira construção que você vê quando entra na Piazza. A construção com arquitetura em formato redondo, é o local onde aconteciam os batismos na Itália. Incrível por dentro. Este eu recomendo conhecer o interior. O bilhete tem o valor de 5 € e também da direito a visitar o Museo dell’Opera del Duomo.

Após as visitações, vale ir até a sorveteria bem em frente à torre, pedir um sorvete de pistache e sentar no gramado para descansar e apreciar a arquitetura.

Veja Também: Supreenda-se com Perth: A Capital mais charmosa da Austrália

Foto 4 - Torre Pendente de Pisa - Susan Buranelo
Foto 4 – Torre Pendente de Pisa – Susan Buranelo

Compras

Para comprar diversos souvenirs como: miniaturas da Torre de Pisa, chaveiros e tudo aquilo que gostamos de levar para a família toda na volta da viagem, existem inúmeras barraquinhas bem na entrada da Piazza dei Miracoli. Os preços são bem bacanas. Comprei uns cinco chaveiros por 3 €.

Tome cuidado com os vendedores ambulantes, prefira fazer as compras nas barraquinhas. Se você der corda, os ambulantes ficam atrás de você e se oferecem para tirar foto com o seu celular, não aceite. Mas não se assuste, uma viatura fica bem ao lado dessas barraquinhas, os policiais estão acostumados com esses espertinhos. Mas faça a sua parte, fique atento!

Veja Também: Peru: Cusco, Águas Calientes e Machu Picchu

Nas ruas próximas da Piazza também existem lojinhas para souvenirs. Mas normalmente são lembrancinhas mais caras, claro. Mas eu aconselho procurar a famosa bebida italiana, o Limoncello – licor de limão produzido na Itália, que em Pisa vem numa garrafinha no formato da Torre de Pisa. Guardo o meu até hoje. É uma forma de olhar para a Torre todos os dias e sentir saudades da Itália.