Melhores vinícolas no Chile: Rotas dos vinhos chilenos

Capazes de produzir cerca de um milhão de litros da famosa bebida, transformando o Chile no quarto maior exportador de vinhos.

Quem aprecia vinhos, degustações e quer conhecer mais sobre o assunto, deve adicionar as rotas dos vinhos chilenos no seu próximo roteiro de viagem.

A posição geográfica privilegiada do país – duas cadeias de montanhas da Cordilheira dos Andes, no leste e no oeste, vales férteis irrigados por rios – tornaram possível o cultivo de variados tipos de vinho na região, famosos por seu sabor e qualidade.

A rota dos vinhos chilenos é a única do mundo que possui mais de duzentos mil hectares em vinhas. Em um ano, elas são capazes de produzir cerca de um milhão de litros da famosa bebida. Isso transformou o Chile no quarto maior exportador de vinhos. Tal grandeza costuma atrair muitos turistas. Com isso, a rota dos vinhos chilenos se adaptou para receber os visitantes com muito conforto e charme.

Os viajantes encontram vinhedos e adegas, conhecem o processo de produção de vinho e podem apreciar o sabor de vários tipos como os tintos:

  • Syrah;
  • Cabernet Sauvignon;
  • Carmenère e;
  • Pinotnoir…

E, os brancos:

  • Chardonnay e;
  • Cabernet Sauvignon…

Veja Também: Melhor época para ir ao Chile e aproveitar bem a viagem

Melhores vinícolas do Chile

Como conhecer as melhores vinícolas no Chile

A forma mais fácil de conhecer as melhores vinícolas no Chile é seguir a Ruta del Vino, que concentra cinco áreas próximas de Santiago, a capital do país:

  • Casablanca;
  • Colchagua;
  • Curicó;
  • Vale del Aconcagua e;
  • Vale del Maipo.

Não são apenas os grandes vinhedos e as elegantes adegas que chamam a atenção. A região proporciona um pacote completo com hotéis temáticos, museus e restaurantes que oferecem a deliciosa gastronomia tradicional do país. Além das carnes vermelhas e frutos do mar, é possível experimentar iguarias típicas como as humitas, empanadas, charquicán e tortas de milho.

A exuberante paisagem que rodeia a Cordilheira dos Andes e a rota dos vinhos chilenos é um espetáculo a parte, que pode ser apreciado em trilhas e entre as vinícolas. Há opções a cavalo, a pé, de bicicleta ou com o tour dos ônibus locais.

Para conhecer as melhores vinícolas no Chile, o turista também conta com vários ônibus de tours. Também é possível alugar um carro em Santiago e fazer toda a rota de carro, parando nos esplêndidos mirantes, construídos para relaxamento e observação.

De uma forma ou de outra, o recomendado é que o roteiro percorra as principais vinícolas encontradas nos cinco vales.

Veja Também: 10 motivos para conhecer a patagônia chilena

Melhores vinícolas no Chile

Vale de Casablanca no Chile

Vale da Casablanca

A cinquenta minutos da capital Santiago, o Vale da Casablanca é um dos mais concorridos pelos visitantes por apresentar uma variada oferta de vinhos, principalmente os brancos.

Nos seis mil hectares você encontrará cerca de 18 vinícolas, a maioria aberta e preparada para receber o público, como:

  • Emiliana;
  • Indómita;
  • Catrala;
  • Veramonte e Matetic.

Pela proximidade da capital, é possível visitar o Vale da Casablanca por conta própria e até dormir na região, que oferece boas opções de hospedagem, como nas vinícolas Vina Mar e Vina Matetic.

Há boas opções de tours, com duração de um dia ou um dia e meio, onde é possível visitar as salas de barris e adegas, degustar vinhos e queijos ou desfrutar de almoços e jantares em alguns dos melhores restaurantes chilenos que estão na região.

Veja Também: Deserto do Atacama: Dicas de passeios e paisagens incríveis

Vale do Colchagua

Vinhedo Vale de Colchagua no Chile

Para quem aprecia vinhos tintos, o vale do Colchagua, a 150 quilômetros de Santiago, é parada obrigatória. Suas vinícolas oferecem bebidas que se destacam pela concentração, maturidade e potência. É o caso, por exemplo, de Cabernet Sauvignon, Syrah e Carmenère, conhecidos como os mais famosos (e às vezes mais caros) do mundo.

Nesta parte das rotas dos vinhos chilenos é possível fazer tour pelas vinhas:

  • Koyle;
  • Casa Silva;
  • Los Vascos;
  • Lapostolle;
  • MontGras;
  • Montes;
  • Ventisquero;
  • Neyen;
  • Santa Cruz;
  • Apaltagua e Viu Manent.

Quem passeia pelos vinhedos também tem uma oportunidade única: a de ser enólogo por um dia. A ideia é que os visitantes aprendam a podar e colher as uvas, participar de toda a preparação da bebida e até mesmo fazer o seu próprio vinho!

Veja Também: Os 5 melhores passeios para fazer no Vale dos Vinhedos

Vale de Curicó

Vale do Curicó no Chile

O Vale de Curicó é conhecido como um dos maiores na rota de vinhos chilenos. São 25 mil hectares, que abrigam diversas vinícolas e a vantagem é que elas conseguem oferecer diferentes perfis da bebida.

Ao todo são 12 adegas que farão o viajante se sentir nas elegantes boutiques antigas e em casas históricas. As principais vinícolas são:

  • Aresti;
  • Miguel Torres;
  • Millamán;
  • Alta Cima;
  • Puertas;
  • Correa Albano;
  • San Pedro;
  • Echeverria, entre outras.

Além das vinhas, o local também oferece outros bons atrativos, como conhecer cavas subterrâneas, com mais de 100 anos, andar por casarões históricos, pratos de comida típica ou parar em espetaculares mirantes para observar a paisagem, antes de seguir viagem.

Veja Também: 5 dicas para você planejar sua viagem e não ter imprevistos

Vale del Maipo

Vinhedo Vale de Maipo

Considerada a vinícola mais antiga do Chile, o Vale del Maipo fica a 40 minutos da capital Santiago. Suas vinícolas, como:

  • La Montanã;
  • Concha y Toro;
  • Chocalán;
  • El Principal;
  • Undurraga;
  • Santa Rita e Almaviva recebem muitos turistas diariamente.

As adegas, de inspiração francesa, são conhecidas como boutiques, onde se pode desfrutar de bons Cabernet Sauvignon, usada na maior parte da produção local.

Mas há pequenos cultivos da Carménère para serem apreciados, que merecem o tempo dos visitantes. O tour pela região oferece degustações, uma deliciosa gastronomia local e divertidos passeios de bicicleta.

É possível conhecer a região com um tour de ônibus que rodam por dentro do vale.

Veja Também: Férias: 5 estratégias para você gastar menos em sua Viagem

Vale do Aconcagua

Vinhedo Vale do Aconcagua

O Vale do Aconcagua é banhado pelas águas do rio que leva o mesmo nome, o que resultou em terras muito férteis, capazes de produzir os mais variados tipos de culturas e, principalmente vinhas de amadurecimento lento. Vinícolas como:

  • Errazuriz;
  • Mendonza;
  • San Esteban;
  • Augustinos;
  • El Almendral, entre outras, dão a chance de desfrutar de diversos tipos de vinho.

Além das vinícolas, o visitante também pode apreciar a beleza natural da região, indo até as conhecidas montanhas Cypress. No local, existem trilhas, espaços de camping e área de piqueniques para completar o passeio.

Redação Bolsa de Viagemhttps://www.bolsadeviagem.com.br/
Dicas de viagem para você escolher os melhores destinos, melhores hotéis, melhores passeios, promoções de passagens aéreas e conhecer as praias mais bonitas

Junte-se a nossa newsletter!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Assinando a newsletter você aceita receber e-mails do Site Bolsa de Viagem. Você poderá cancelar o recebimento a qualquer momento.

Últimas Publicações

Como ir do aeroporto de Porto Alegre à Gramado

Ônibus, transfer, táxi, Uber ou carro alugado? Descubra qual a melhor forma de ir do aeroporto de Porto Alegre à Gramado.

Rota das Emoções: As melhores praias e os melhores passeios

A Rota das Emoções vem ganhando o coração de turistas Brasil afora por suas belezas e encantos naturais a perder de vista. Veja!

13 destinos baratos para viajar em setembro de 2020

Saiba quais são os destinos mais baratos para viajar em setembro de 2020 e planeje sua viagem com antecedência, gastando menos do que imagina.

Cracóvia: O que fazer na segunda maior cidade polonesa

Os patrimônios culturais e artísticos fazem de Cracóvia uma das cidades mais lindas da Europa. Saiba quando ir e o que fazer neste belíssimo destino.

5 das melhores praias para surf em Ubatuba

As praias para surf em Ubatuba, além de possuírem condições perfeitas para a prática do esporte, também são belíssimas, com serras e vegetação exuberante.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR