Muitos já se perguntaram se uma grávida pode viajar de avião, seja por ter uma colega ou até mesmo por experiência própria.

É importante conhecer alguns dados acerca do tempo de gestação, doenças, duração da viagem e até mesmo documentos necessários.

Separamos algumas dicas e informações úteis para tornar a viagem da gestante a mais tranquila o possível.

Confira!

Curta: Nossa Página no Facebook

Descubra se uma grávida pode viajar de avião e os cuidados necessários durante a viagem

Grávida pode viajar de avião inicio post
Fonte: AOL

Até quantas semanas uma grávida pode viajar de avião?

Uma grávida pode viajar de avião sem demais preocupações contanto que não possua alguma complicação médica como:

• Diabetes;

• Sangramento vaginal;

• Pressão alta;

• Histórico de parto prematuro.

O tempo de gestação considerado fora do grupo de risco é tido como no primeiro e segundo trimestre de gestação – até 27 semanas.

Em casos de dúvidas, vale a pena consultar um obstetra antes de realizar a viagem, afinal, cada caso é um caso.

veja Também: Quem teve trombose pode viajar de avião?

Considerações importantes para se ter em mente:

Não deixe de conversar com o médico em caso de desejar viajar para o exterior.

Afinal, nesses casos, pode haver uma necessidade mais específica, como vacinas e cuidados extras.

Entre 28 e 36 semanas, uma grávida pode viajar de avião apenas após conversar com a companhia aérea e após uma consulta médica.

Afinal, nesse período o risco de se ter um parto prematuro é maior, portanto, é válido se certificar um tempo antes da viagem.

É fundamental conferir as políticas da empresa com a qual pretende voar, e, dependendo, conseguir um atestado com seu médico.

Em alguns casos, apenas é possível viajar com um médico ao lado, após a 36ª semana de gravidez.

Veja Também: Quem teve arritmia pode viajar de avião?

Como tornar a experiência do voo mais agradável:

Grávida pode viajar de avião post
Fonte: eDestinos

Como a gestação é um período de cuidados intensos, separamos algumas dicas para tornar a experiência da gestante mais agradável:

• Procure reservar um assento no meio do avião, próximo à asa – em que a estabilidade durante o voo é maior;

• Senão, opte por um assento no corredor, pois facilita o acesso ao banheiro;

• Evite ficar muito tempo sentada, busque dar caminhadas pelo avião de hora em hora, para evitar inchaços e dores nas pernas.

Como na gestação o fluxo sanguíneo é mais intenso (cerca de 50% maior), vale a pena adquirir uma meia de média compressão.

Utilizando-a durante o voo, é possível prevenir dores e inchaços.

Veja Também: Quem tem labirintite pode viajar de avião?

Cuidados necessários na hora de escolher uma companhia aérea:

Algumas companhias aéreas podem contar com algumas restrições quando o tópico é gravidez.

Uma grávida pode viajar de avião bem mais tranquilamente se antes providenciar determinados documentos, por exemplo.

Para uma gravidez simples, as recomendações são:

• Não é necessário atestado médico até 27 semanas;

• 28 a 35 semanas: Realizar o preenchimento da Declaração de Responsabilidade proporcionada pela companhia aérea;

• 36 a 37 semanas: Solicitar um atestado médico válido por 30 dias;

• 38 semanas: Só é permitido o embarque em casos de urgência extrema, além de ser preciso entregar a Declaração de Responsabilidade e embarcar com o médico responsável.

Veja Também: Quem teve aneurisma pode viajar de avião?

Para uma gravidez múltipla (gêmeos ou mais) é recomendado:

• 26-31 semanas: Preencher a Declaração de Responsabilidade;

• 32-37 semanas: Atestado médico válido por 30 dias;

• 38 semanas: Apenas permitido o embarque em casos de urgência extrema, ou se possuir a Declaração de Responsabilidade e embarcar com o médico.

Para uma gestação de risco, é necessário enviar o formulário MEDIF em até 24 horas antes do embarque.

Veja Também: 5 dicas para você vencer o medo de viajar de avião

Para uma segurança ainda maior:

Grávida pode viajar de avião final post
Fonte: folhadosudoeste

Um seguro de viagem é uma confiança extra para qualquer gestante em viagens de avião.

Afinal, qualquer imprevisto estará coberto.

Utilize roupas confortáveis, tome muita água, utilize o cinto de segurança abaixo da barriga, adquira uma meia de compressão, leve o cartão pré-natal e tome as vacinas caso viagem para o exterior.

Não se esqueça de caminhar no avião e evite esforços físicos.

Boa viagem!

Veja Também: 11 segredos que os comissários de voo não revelam aos passageiros