Esse post é especialmente para você que adora turismo gastronômico. O Peru não para de surpreender, e se os atrativos turísticos do país já bastam para que nasça uma vontade de visitá-lo, ainda tem esse adicional: a comida típica do Peru é riquíssima.

Veja Também: Ica: conheça as linhas de Nazca e um oásis no Peru

A base da maioria dos pratos da gastronomia do Peru é bem comum a nós brasileiros, quem não come frango e batata quase todos os dias? O toque especial fica por conta dos temperos, como a pimenta (ají), e da forma como tais ingredientes são combinados. Carne de peixe e frutos do mar também são ingredientes comuns devido a fartura da vida marinha da costa peruana, que é banhada pelo Pacífio. O pescado que compõe inclusive o principal prato típico da gastronomia peruana, o ceviche.

Veja Também: Norte do Peru: muito além de Machu Picchu

Conheça a gastronomia do Peru

Gastronomia do Peru
Tradicional ceviche peruano. (Fonte: La Mar cevicheria)

Este é um prato a base de peixe cru e limão. É muito saboroso pois o molho cítrico de limão, sal e ají cozinha por fora o peixe, por ser ácido. Geralmente é servido com milho e abóbora.

Você pode encontrar o ceviche em praticamente todas as regiões, em lugares que vão desde o melhor restaurante de Lima até os mercados a céu aberto, é com certeza a estrela da gastronomia do Peru. Um ponto negativo no país é o quesito higiene, mesmo em restaurantes fechados fique atento à cozinha do local, ainda mais quando se trata de carne crua.

Veja Também: Guia turístico para você fazer a Trilha Inca no Peru

A cidade de Piura, mais ao norte, é considerada o berço do ceviche, todo Piurano se orgulha em dizer que se você ainda não experimentou o ceviche de lá, você não experimentou ceviche.

Papa a La Huancaína

Batata é a base de quase todos os pratos da gastronomia do Peru, dizem inclusive que a batata tem origem no Peru. Este prato é super simples e também não vai ao fogo. O molho é feito a base de bolacha salgada, queijo e leite. O prato é servido com arroz (sempre uma porção generosa e arroz, diga-se de passagem), e alguma salada.

Veja Também: As melhores praias do Peru

Uma curiosidade é que raramente você vai achar no Peru restaurantes do tipo “por quilo”. Na maioria deles você escolhe o prato inteiro, até nas casas o costume peruano é o prato vir pronto, você não se serve. Também é comum que antes do seu pedido chegar você ganhe um suco de cortesia, geralmente uma chicha morada (suco de milho de uma espécie roxa).

Veja Também: Mochilando pelo Norte do Peru

Arroz Chaufa

Gastronomia do Peru
(Fonte: bookalokal.com)

A gastronomia do Peru tem muita influência chinesa. É bem comum restaurantes de Chifa (como se chama a mistura entre comida peruana e chinesa). O arroz chaufa é uma opção deliciosa e barata, e bem presente na mesa das famílias peruanas.

Veja Também: Peru: Cusco, Águas Calientes e Machu Picchu

Pollo a La Brasa

Assim como las papas, o peruano tem paixão por frango. Frango no café da manha, no almoço e a janta. Lá existem esses lugares chamados pollerias, onde se vai especificamente para comer frango na brasa temperado. Se a fome bate depois de um dia exaustivo de passeios, chame a galera para comer um pollo a la brasa: um pollo inteiro serve tranquilamente dez pessoas, e ninguém sai com fome.

Veja Também: Seguro viagem: porque você não pode embarcar sem ele!

Cuy

Cuy na gastronomia do Peru
(Fonte: Wikipédia)

O Cuy é um porquinho-da-índia peruano, se come frito e vem no seu prato o corpo inteiro do animal, há quem desista de provar o prato por dó do porquinho. E aí, você teria coragem de encarar?

Não é algo que se come todos os dias, mas é bem tradicional, se alguém te convida para comer um Cuy no Peru significa que você é especial. O Cuy era usado em rituais incas e sua carne é de alta qualidade, tornando o Cuy um prato caro. Também se encontra em todo o Peu, mas principalmente na serra.

Veja Também: 4 situações que pedem um Seguro Viagem

Você sabia?

Lima foi eleita em 2006 como a capital gastronômica da América do Sul, quando colocou 7 restaurantes entre os 15 melhores da lista. E ainda alcançou um primeiro lugar com o Astrid y Gastón, restaurante que apesar da fama tem um preço que condiz com a qualidade, sem ser abusivo. Ponto para a gastronomia do Peru!

Veja Também: 10 dicas para você manter a forma nas férias

Como dica final não deixe de experimentar as “hamburguesas” peruanas, os hambúrgueres vendidos na rua parecem caseiros de tão macios e suculentos, o sanduíche custa em torno de 4 reais e é a forma mais barata de matar a fome, sem deixar a qualidade de lado. Aliás, de uma forma geral, é bem barato comer no Peru. É fácil sair do país com uma experiência completa, depois de ter experimentado de tudo da gastronomia do Peru. E o melhor? Sem precisar gastar muito.