Localizada no sul da Bahia, o arquipélago de Abrolhos é um dos destinos mais famosos do nosso país. Ideal para aqueles que desejam aventura e também tranqüilidade, Abrolhos se tornou famoso pelas águas cristalinas e pela diversidade de peixes, que se pode ver nos mergulhos ou em passeios de observação.

Ainda, majoritariamente, a popularidade de Abrolhos deve-se às suas habitantes mais famosas, as baleias jubarte, que são vistas no arquipélago entre julho e novembro. Este arquipélago em Caravelas, um município do estado baiano, possui cinco ilhas, Santa Bárbara, Sueste, Redonda, Siriba e Guarita.

E, Caravelas serve como base para aqueles que visitam o Parque Nacional de Abrolhos, pois é do litoral desta pequena cidade da qual saem as embarcações que levam aos passeios.

Como Abrolhos é um destino extremamente turístico, é interessante que todos os viajantes que tenham este arquipélago como destino saibam as atrações que podem ser aproveitadas nas ilhas. Confira 7 destas!

+ 6 destinos baratos para você viajar pela Bahia

1 – Observação das Baleias Jubarte

Baleia Jubarte em Abrolhos, Bahia

Sem dúvidas alguma, as baleias jubarte são uma das principais atrações de Abrolhos. Estes animais marinhos são mamíferos que podem pesar cerca de 40 toneladas, possuir 16 metros de comprimento e têm como característica principal a região do ventre branca.

Ademais, este animal consome cerca de 2 toneladas de alimentos por dia. A dieta das baleias é composta por crustáceos e peixes, que são capturados com a rede de bolhas que é criada com o movimento circular realizado pelo mamífero.

A ocorrência das baleias jubarte em Abrolhos dá-se devido à migração da espécie para as áreas tropicais, para que possa se reproduzir. A gestação destes mamíferos dura comumente 12 meses, e após o nascimento dos filhotes, estes se mantêm com as fêmeas e são amamentados por cerca de 1 ano.

Umas das práticas das jubartes que mais chamam a atenção dos turistas em Abrolhos são os saltos quase acrobáticos que estes animais executam, ao arquearem suas costas e impulsionarem toda a estrutura corporal para fora da água.

Este movimento é encantador, e diversos turistas buscam registrá-lo em filmagens. Ainda, as baleias emitem sons altos e longos, durante cerca de 20 minutos, para que possam realizar o processo de acasalamento.

Este sinal pode ser escutado de uma longa distância, e comumente é um aviso aos turistas de que estes animais estão por perto.

Caso queira ver as baleias jubarte em Abrolhos, pode-se optar por passeios oferecidos por algumas das empresas em Caravelas. Sugere-se os parceiros do Projeto Baleia Jubarte, patrocinado pela Petrobrás.

+ As 7 melhores praias e piscinas naturais da Bahia

2 – Visitar as Piscinas Naturais

Vista da Ilha de Siriba no Arquipélago de Abrolhos, Bahia

O arquipélago de Abrolhos possui 5 ilhas, como mencionamos, mas apenas uma permite a visitação em terra dos visitantes, a ilha Siriba. No sudoeste desta ilha, está uma praia cuja característica principal é o acúmulo de conchas.

Já na outra ponta, estão as piscinas naturais, que possuem muitos peixes coloridos e crustáceos. As cavernas de Siriba atraem espécies de peixes raros, como os caramurus.

Estas são apenas uma das áreas de piscinas naturais existentes em Abrolhos, onde os turistas podem nadar com os peixes, barracudas, cavalos-marinhos, etc. Diversas empresas da região oferecem o serviço de passeios que possuem como objetivo o mergulho e visitação das piscinas.

+ As 7 praias mais lindonas da Bahia

3 – Vida Marinha

Vida marinha em Abrolhos, Bahia

Abrolhos possui não só as baleias, mas também uma diversidade enorme na vida marinha em seus 87.943 hectares de conservação. O arquipélago faz parte do Parque Nacional Marinho, cuja a administração é feita pelo Instituto Chico Mendes de Conservação de Biodiversidade (ICMBio).

Até mesmo Charles Darwin (naturalista, geólogo e biólogo britânico, célebre por seus avanços sobre evolução nas ciências biológicas) visitou Abrolhos, em 1832, para estudar a área que possui a maior biodiversidade e quantidade de corais no sul do Atlântico.

Em Abrolhos pode-se encontrar espécies de tartarugas marinhas em extinção, como a tartaruga de couro, e corais raros, como o Mussismilia braziliensis. Além disso, também existe a flora marinha, caracterizada pelas algas calcárias e gorgôneas.

Quanto à fauna, são encontrados em abundância peixes, crustáceos, dentre outros animais. Temos como exemplo os tubarões, badejos, peixes-frade, etc. No arquipélago de Abrolhos foram catalogadas 150 espécies de peixes, 3 de tartarugas e muitas outras de anêmonas, esponjas, poliquetas, dentre outras.

Para observar a vida marinha de Abrolhos são recomendados os mergulhos. Os principais locais nos quais o mergulho pode ser praticado são a enseada da Ilha de Santa Bárbara, o Costão do Farol, os Chapeirinhos da Sueste e os naufrágios.

+ As 12 praias mais bonitas de Porto Seguro para férias

4 – Observação Dos Chapeirões

Os chapeirões são colunas de corais que crescem no fundo do mar, de corpo estreito e topo largo, expandido. A forma dos chapeirões se assemelha aos cogumelos, e por isso eles podem ser chamados de “cogumelos marinhos”.

Os chapeirões de Abrolhos podem ter até 20 metros de altura, e crescem formando estruturas compactas de bancos recifais. É muito interessante mergulhar para a observação dos chapeirões, visto que são estruturas diferentes e maravilhosas.

+ Trancoso é um vilarejo perfeito para se desconectar do mundo

5 – Trilha

Aves atoba no Arquipélago de Abrolhos, Bahia

Apesar de Abrolhos possuir apenas uma ilha que permite a desembarcação de pessoas, que é Siriba, ela pode ser muito bem aproveitada pelos turistas. Siriba não oferece apenas as piscinas naturais e atividades aquáticas, mas também trilhas.

A trilha principal possui 1.600 metros, e circunda toda a extensão da ilha. A caminhada permite a observação da paisagem e também de elementos que só estão em terra. O início da trilha é no lado norte de Siriba, perto da toca das grazinas e ninho dos atobás.

Continuando a caminhada para o lado sul, encontra-se as piscinas naturais e o paredão de rochas. Em seguida, estão mais ninhos dos atobás e as árvores de amendoeiras. É interessante mencionar que quando a maré está alta, a trilha não pode ser realizada.

Ainda, caso for fazer este passeio, leve um chapéu, protetor solar e água, pois o Sol da Bahia pode ocasionar insolações.

+ Arraial D’Ajuda um dos destinos mais bonitos de Porto Seguro

6 – Naufrágios

Algo muito interessante em relação à Abrolhos é a existências de naufrágios e restante da estrutura de navios no oceano. São três naufrágios, o de Rosalinda, Guadiana e Santa Catarina, que podem ser observados em mergulhos.

Os casos dos navios e barcos abrigam uma infinidade de peixes, corais e crustáceos.

Rosalinda é um cargueiro italiano que afundou em 1955, e cuja a popa agora se encontra acima da superfície. O navio de encontrava navegando para Salvador, carregando cerveja e cimento, e hoje está a 20 metros de profundidade.

Já Guadiana naufragou em 1885 transportando café, e atualmente, em mergulhos, pode-se observá-lo a 27 metros abaixo da superfície. O último naufrágio em Abrolhos é o de Santa Catarina, um navio que 1914 afundou.

Todos os remanescentes destes naufrágios podem ser observados por meio de mergulhos feitos com profissionais, devido à profundidade. Atualmente, os cascos dos navios estão cobertos de corais, e abrigam diversas espécies de peixes e outros animais.

+ 5 passeios que você não pode deixar de fazer na ilha de Boipeba na Bahia

7 – Farol de Abrolhos

Farol em Abrolhos, Bahia

O Farol de Abrolhos está localizado na maior ilha do arquipélago, a de Santa Bárbara. Apesar desta ilha não poder ser acessada sem a autorização da Marinha, pode-se realizar passeios ao redor dela para ver o Farol, que até hoje permanece funcionando.

A cada seis segundos o Farol emite uma luz branca, que pode ser vista à uma grande distância. O Farol de Santa Bárbara tem 158 anos, e cerca de 22 metros de altura. A visita a ele pode ser feita mediante o agendamento e cadastramento dos visitantes.