4 motivos para conhecer o Palácio de Versalhes

Próximo à Paris, Versalhes abriga um dos locais mais charmosos da França, o Palácio de Versalhes. Veja alguns motivos e se convença que vale muito a pena conhecer este lugar incrível.

Veja Também

As 10 praias mais bonitas de Alagoas

As praias mais bonitas do Brasil estão situadas no estado de Alagoas. Saiba quais são as melhores praias de piscinas naturais e as paisagens mais lindas.

As 10 praias mais bonitas de Porto Seguro

Conheças as praias mais bonitas de Porto Seguro. Descubra quais são os pontos turísticos mais badalados e monte seu roteiro de viagem.

TOP 5 lugares incríveis para se visitar no Rio de Janeiro

Conheça os melhores passeios para você fazer ao visitar o Rio de Janeiro e entenda porque ela é a cidade maravilhosa que encanta turistas de todo mundo.

Os Melhores Destinos para Viajar em Agosto

Conheça os melhores destinos dentro e fora do Brasil para viajar em Agosto. Escolha o lugar que mais combina com você e, boa viagem!

As 10 melhores praias de Aracaju

Veja as dez melhores praias de Aracaju e escolha onde curtir seus dias de descanso. Surpreenda-se com belos cenários neste destino incrível.

A cidade de Versalhes teve um papel crucial na história da França.

Berço da revolução francesa (1789), a cidade teve participação chave nas decisões políticas e econômicas do País, se tornando, com o tempo, um dos principais destinos turísticos da Europa.

Próximo à Paris, Versalhes abriga um dos locais mais charmosos da França, o Palácio de Versalhes, ou Château de Versailles, em francês.

Cidade histórica, Versalhes foi a casa oficial da realeza francesa, tendo sido projetada pelo arquiteto francês Louis Le Vau e construída durante o reinado de Luiz XIV, o Rei Sol, no século 17, abrigando a família real até 1789, ano da revolução.

Em 1837, o Palácio de Versalhes foi transformado em museu, tornando-se um dos destinos mais procurados por estrangeiros que desembarcam no País.

Veja Também: Top 10 de Paris para você aproveitar o que a Cidade Luz tem a te oferecer

E mais: Europa: Saiba economizar na Viagem ao velho Continente

Apesar de ser um ponto turístico bastante visitado, com filas gigantescas para a compra de ingressos, muitos turistas ficam em dúvida se vale a pena ou não gastar tempo e dinheiro da viagem para fazer o passeio.

Trazemos a seguir, quatro motivos para você ter a certeza de que vale.

Confira!

Motivos para conhecer o Palácio de Versalhes

Ser perto de Paris é um dos motivos para conhecer o Palácio de Versalhes
Fonte: Dicas de Paris e França

1 – Fácil acesso via Paris

Ir até o Palácio de Versalhes, saindo de Paris, é bem fácil e leva pouco mais de 40 minutos.

Existem na cidade empresas que realizam o tour saindo da Torre Eiffel, com os ingressos para o palácio já inclusos.

Vale à pena fazer este trajeto e optar por visitas guiadas, que podem otimizar, e muito, o seu tempo durante a visita.

Veja Também: As verdades e mitos sobre o povo francês

2 – O Palácio de Versalhes

Galeria de espelhos no Palácio de Versalhes
Fonte: França

O Palácio de Versalhes impressiona tanto por sua imponência e riqueza de detalhes, quanto por sua magnitude, e, por si só já é um motivo para você querer conhecê-lo.

O castelo ocupa um espaço equivalente a 100 hectares, sendo ele considerado uma das maiores construções da Europa.

Para você ter uma ideia desta grandeza, o palácio possui nada menos que 700 aposentos, 37 escadas e mais de 2 mil janelas, um número bastante impressionante até mesmo para construções reais.

Veja Também: Top 12 destinos baratos para viajar na Europa em 2018

A beleza do Palácio de Versalhes pode ser notada assim chegamos ao local.

A fachada, em estilo europeu clássico, se destaca pelos tons em dourado que iluminam todos os portões e os detalhes da construção.

Já lá dentro, é possível apreciar os salões, repletos de móveis da época, grandiosos lustres de cristal e obras de arte do século XVII, presentes em quadros, esculturas e nos afrescos que cobrem os tetos do palácio.

Dentre os ambientes mais famosos estão a Capela Real, o Salão de Hércules, o Quarto do Rei e o Salão de Batalhas.

O salão “queridinho” dos turistas, entretanto, é a Galeria dos Espelhos, ou Salão de Apolo, onde eram realizados os bailes reais no estilo dos mais belos contos de fadas.

Veja Também: 12 destinos turísticos da Europa que você precisa conhecer

Além da beleza do salão, é possível contemplar dali os jardins reais através de 17 arcos localizados em um dos lados do ambiente.

Na direção oposta, 21 arcos com espelhos, dão ao turista uma noção das extravagâncias e luxos a que a realeza francesa se permitia naquele período.

Veja Também: 10 destinos incríveis para você fazer uma viagem diferente

3 – Os jardins do Palácio de Versalhes

Jardins no Palácio de Versalhes
Fonte: Kuryala Viagens

Para visitar o Palácio de Versalhes, o turista tem à disposição duas opções de ingressos: o que permite o acesso somente ao palácio e outro que estende a visita aos jardins reais.

Obviamente, a nossa dica é para que você não perca a oportunidade de conhecer os esplendorosos jardins de Versalhes e, se possível, adquira o ingresso que dá direito a dois dias de visitas, já que há muita coisa a se explorar por ali.

Veja Também: As 15 mais belas ruas floridas do mundo que parecem ter saído de um conto de fadas

Ao todo, são 800 hectares, cerca de 8 km² de jardins, com ornamentações impecáveis e simétricas, esculturas, canais d’água e muitas árvores.

Se você não tiver muito pique para percorrer todos os jardins a pé, o Palácio oferece uma opção de percurso com bondinho que faz paradas nos principais pontos da atração, por mais 8 euros.

Já os carrinhos de golfe são para aqueles que estão dispostos a pagar mais de 30 euros por hora de passeio.

Caso você esteja programando a sua viagem para os meses de junho e julho, é bem provável que você se depare com shows pirotécnicos, ao som de música clássica, executados nos próprios jardins, além de se deleitar com a dança das fontes que ficam iluminadas neste período.

Veja Também: 13 cidades medievais que farão você viajar de volta no tempo

4 – O Jardim Inglês e o Petit Trianon de Maria Antonieta

Petit Trianon no Palácio de Versalhes
Fonte: Pinterest

Maria Antonieta foi presenteada pelo Rei Luiz XVI com o glamoroso Petit Trianon, pequeno palácio localizado nas dependências de Versalhes e que, anteriormente, servia como alcova para as amantes de seu pai, Luiz XV.

O Petit Trianon também conta com um belíssimo jardim inglês, construído a pedido da rainha Maria Antonieta no lugar do então Jardim Botânico de Luiz XV.

Ali foi levantado um templo com 12 colunas, batizado por ela de Templo do Amor.

Veja Também: 22 lugares que são simplesmente incríveis para se visitar

Dica:

Para saber mais sobre a história do icônico Palácio de Versalhes e sua relação com a realeza francesa, assista ao filme Maria Antonieta.

Dirigido por Sofia Coppola, o filme, de 2006, conta a história da jovem rainha Maria Antonieta (Kirsten Dunst), e os desafios enfrentados por ela para se adaptar ao isolamento dos muros do palácio após seu casamento com Luiz XVI, enquanto a cidade já ecoava os sinais da revolução.

Veja Também: 5 lugares incríveis ao redor do mundo que poucas pessoas conhecem

Junte-se a nossa newsletter!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Assinando a newsletter você aceita receber e-mails do Site Bolsa de Viagem. Você poderá cancelar o recebimento a qualquer momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR