Visitando Verona: a cidade de Romeu e Julieta

Localizada na região do Vêneto,no nordeste da Itália, a pequena Verona é a parada obrigatória para o amor

0
2788

O amor proibido retratado na obra de William Shakespeare durante o século XVI deixa a cidade de Verona com um ar encantador de puro romantismo.

Andando pelas ruas estreitas, o paradoxo entre as antigas pontes de pedra e as luxuosas lojas contemporâneas me deixou encantada nos primeiros minutos na cidade.

Veja Também: Viagem romântica: 10 destinos inesquecíveis

Com um centro histórico consideravelmente pequeno, Verona se encaixa perfeitamente para um passeio de um dia. Saindo de Milão em direção a Veneza, ou de Roma como foi o meu caso, Verona se torna uma parada obrigatória. Um dia inteiro, se você tiver esse tempo disponível, ou simplesmente algumas horas são suficientes para capturar fotos inesquecíveis, ficar apaixonado pela cidade e ir embora com um gostinho de quero mais.

Veja Também: Truques para te deixar mais fotogênica

No meu caso, tomei o primeiro trem em Roma ainda de madrugada e cheguei a Verona no começo da manhã. Minha prioridade era visitar a célebre Casa de Julieta, porém, consegui passear por outros pontos turísticos calmamente, apenas caminhando. Tive uma manhã incrível em Verona e continuei a viagem para Veneza depois do almoço. Confesso, vale muito a pena!

Veja Também: Seguro viagem: porque você não pode embarcar sem ele!

Panorâmica Casa De Julieta Cidade De Verona Foto De Susan Buranelo
Panorâmica Casa De Julieta Cidade De Verona – Foto De Susan Buranelo

Como chegar a Verona

De trem: a opção mais tradicional e com melhor custo x benefício, e você ainda pode comprar o bilhete com meses de antecedência (raileurope-world.com). Comprei o bilhete de Roma para Verona por um pouco mais de 9 €. Existem vários horários por dia, normalmente os mais baratos são os que partem no final da madrugada ou no início da manhã.

Veja Também: 4 situações que pedem um Seguro Viagem

Desembarquei na única estação de trem de Verona, a ‘Porta Nuova’. Muitos mochileiros deixam a mochila no guarda-volumes da estação e partem caminhando até o centro histórico de Verona (cerca de 20/30 minutos andando). Para não perder nenhum minuto, preferi gastar alguns poucos euros e tomei um ônibus (nº 12 ou outro com destino ao centro) que me deixou em menos de 5 minutos na Piazza Bra, ponto de partida do meu passeio.

Veja Também: As 6 melhores cidades para curtir o friozinho a dois

Pontos Turísticos de Verona

Arena di Verona

Arena di Verona - Cidade de Verona - Italia - Foto de Susan Buranelo
Arena di Verona – Cidade de Verona – Italia – Foto de Susan Buranelo

Localizada na Piazza Bra, a Arena di Verona foi meu primeiro ponto turístico em Verona. O anfiteatro romano lembra o Coliseu de Roma. Bem mais conservado, ele conta com festivais e apresentações teatrais até hoje. Durante o verão, a Arena recebe o ‘Operafestival’ com apresentações teatrais, inclusive de Romeu e Julieta. Se estiver programando ir durante verão, reserve o seu bilhete. Minha viagem foi em fevereiro, durante o inverno europeu, portanto a próxima definitivamente será a partir de junho.

Veja Também: Morro de São Paulo: Um paraíso no coração da Bahia

Piazza delle Erbe

Piazza Bra - Cidade De Verona - Italia - Foto De: Susan Buranelo
Piazza Bra – Cidade De Verona – Italia – Foto De: Susan Buranelo

Caminhando pelas ruas repletas de restaurantes, docerias e vitrines de Empório Armani você chega até a Piazza delle Erbe. Uma das praças mais encantadoras de Verona, ela reúne todo o charme italiano com nativos tomando uma taça de vinho branco a qualquer hora do dia. Com uma estátua bem no seu centro, mesas por todos os lados, a praça é o lugar ideal para um brunch (a mistura de café da manhã com almoço). Assim, já aproveito para recomendar sanduíches com embutidos italianos, queijos e antepastos italianíssimos. Durante o verão, a praça conta com uma feirinha de artesanato.

Veja Também: Balneário Camboriú: Destino para o Verão

Palácio della Ragione

Palácio della Ragione - Cidade de Verona - Itália - Susan Buranelo
Palácio della Ragione – Cidade de Verona – Itália – Susan Buranelo

Bem próximo da Piazza delle Erbe, o Palácio é de sentar no chão do pátio e apreciar sua exuberância.

Com uma escadaria medieval, uma torre rústica e um chão de pedras, a atração te deixa minutos boquiabertos e em silêncio.

Veja Também: Quer relaxar? Fortaleza é o lugar!

Como fui a Verona na manhã de um domingo (aos sábados, domingos e feriados o passeio tem início às 11h).

Não fiz o passeio pelo Palácio, mas acredito que a vista de toda a cidade vale a entrada de 8 €.

Bem perto dalí, existe a estátua do escritor da famosa obra ‘A Divina Comédia’, Dante Alighieri (1265-1321), vale os passos para uma foto.

Veja Também: São Sebastião além de Maresias

Casa de Julieta

Andando em direção ao Rio Adige, que cruza toda a cidade de Verona, já é possível entrar na Via Cappello. Na numeração 23, está a singela entrada para a Casa de Julieta (cuidado! quase passei batido apreciando a paisagem). Com recados de amor em diversas cores e idiomas e milhares de desenhos de coração pintados à caneta, tinta e batom, a viela passa por um pequeno túnel que leva direto ao pátio sob a famosa sacada de Julieta.

Veja Também: Foz do Iguaçu: a terra das cataratas

Portão da Casa de Julieta - Cidade de Verona - Itália - Foto de Susan Buranelo
Portão da Casa de Julieta – Cidade de Verona – Itália – Foto de Susan Buranelo

A atmosfera do lugar parece coisa de cinema. Como muitos, eu aposto, me senti nas cenas do filme ‘Cartas para Julieta’, porém, como mostra o filme, a tradição de deixar cartas de amor entre as pedras do muro é proibida.

Veja Também: Canoa Quebrada: próximo destino

A estátua de Julieta com os seios à mostra é outra atração de Verona, mais do que a própria varanda. Por lá, dizem que a pessoa que tocar o seio direito da estatua terá sorte no amor. Outra tradição que garante a sorte no amor eterno é pendurar um cadeado com o nome do casal no grande portão ao lado da estátua. Repleto de cadeados coloridos, com corações desenhados em volta do nome dos apaixonados, o portão vira uma atração a parte. Fiz questão de comprar um cadeado na loja ao lado e pendurar, quem sabe não é?

Veja Também: Bombinhas: um paraíso para visitar até embaixo d’agua

As visitas ao pátio em frente à Casa de Julieta são gratuitas, mas para entrar no prédio que se tornou um museu e subir na famosa varanda, é preciso pagar cerca de 5 €. Esse passeio é surpreendente, recomendo para quem está a caminho de Veneza. Se estiver com o tempo apertado, pare e visita somente a Casa de Julieta, o passeio te faz acreditar no amor de uma maneira e mágica.

Veja Também: Canela uma especiaria de encanto na Serra Gaúcha

Terminando o passeio

Chegando perto do horário de partida do meu trem para Veneza, tomei um ônibus perto da Via Cappello para voltar à estação Porta Nuova’. Qualquer ônibus com o nome da estação escrito no letreiro na frente te levará de volta, pergunte ao motorista se tiver dúvida (os italianos ‘de Verona’ são bastante receptivos).
Se você tiver mais tempo, visite também a catedral da cidade chamada Duomo, o Museo di Castelvecchio e o jardim Giardino Giusti. Tenha uma encantadora viagem, “ciao”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here