Uma semana na Costa Rica: Diário de viagem

Estar na Costa Rica é estar em meio à natureza, ver os animais de perto, tocar em flores bonitas, respirar ar puro e conversar com gente simpática.

0
2608

Dia 1: San José

Capital da Costa Rica, esta cidade, que é a porta de entrada para os mais diversos turistas que chegam no país, oferece grande diversidade de atividades a seus visitantes. Vale a pena conhecer a Plaza de la Cultura e o Museo del Oro, que nela se encontra. O Teatro Nacional Costa Rica também vale uma visita por sua bonita arquitetura.

Veja Também: Seguro viagem: porque você não pode embarcar sem ele!

O Museo de los Niños é outra atração bem interessante. Está situado em uma antiga prisão reformada. É um museu interativo, no qual os visitantes contam a atenção de monitores, e mostra um pouco sobre os povos colonizadores, além de tratar sobre a fauna e a flora.

Observar o vulcão Poás também é uma opção para quem está na capital costarriquense. Ele está localizado no Parque Nacional Volcán Poás, a mais ou menos 40 km da cidade.

Veja Também: 4 situações que pedem um Seguro Viagem

Uma semana na Costa Rica

Dia 2: Puerto Viejo

Localizada a sudeste da Costa Rica, no litoral, Puerto Viejo é procurado por amantes da natureza e de esportes, pois ali, além de descansar e aproveitar as belas paisagens das praias, se pode fazer rafting, snorkel, caiaque, pesca esportiva e caminhadas.

Veja Também: Kit Praia: saiba o que você precisa levar

Nesse primeiro dia na região, vale conhecer o centrinho, onde existe algumas lojas para comprar souvenires com bons preços. E também pesquisar sobre os pacotes e os preços das atividades que se pode fazer (há diversas agências de turismo com passeios bem interessantes, com preços variados, que se encaixam com o perfil de cada turista).

Veja Também: O que não pode faltar na mala das férias de verão

Playa Negra, Puerto Viejo, Costa Rica
Playa Negra, Puerto Viejo, Costa Rica. – Foto de Elí Wilfredo Zavaleta Aguilar.

Um hotel bem gostoso e tranquilo é o Hotel Perla Negra, muito próximo à Playa Negra. Seus quartos são cercados de árvores e o atendimento é ótimo.

Hotel Perla Negra Puerto Viejo Costa Rica
Hotel Perla Negra, Puerto Viejo, Costa Rica. – Foto de Iracema Cerdan Zavaleta Galves.

Dia 3: Puerto Viejo

Sugerimos uma excursão que leva o turista ao Parque Nacional Cahuita, onde é possível fazer trilha, conhecendo a fauna e a flora locais. É bem gostoso caminhar pela vegetação aprendendo as peculiaridades da Costa Rica narradas por um guia local. A caminhada é leve e qualquer pessoa (sedentária ou não) é capaz de acompanhar.

Veja Também: 5 Destinos para fugir do Brasil no verão

Parque Nacional Cahuita, Puerto Viejo, Costa Rica
Parque Nacional Cahuita, Puerto Viejo, Costa Rica. – Fotos de Elí Wilfredo Zavaleta Aguilar.
Parque Nacional Cahuita, Puerto Viejo, Costa Rica
Parque Nacional Cahuita, Puerto Viejo, Costa Rica. – Fotos de Elí Wilfredo Zavaleta Aguilar.

Dia 4: Tortuguero

Uma van e uma lancha são os meios de transporte usados para levá-lo de Puerto Viejo a Tortuguero. O vilarejo, localizado na costa do Caribe, é bem tranquilo.

Veja Também: Bahamas: o paraíso na terra

Transporte para chegar a Tortuguero na Costa Rica
Transporte para chegar a Tortuguero. – Foto de Iracema Cerdan Zavaleta Galves.
Tortuguero na Costa Rica
Tortuguero. – Foto de Iracema Cerdan Zavaleta Galves.

A noite na pequena vila é o momento mais aguardado pelos turistas (que vão ao local entre julho e setembro), pois é nesse período que é possível ver a desova das tartarugas marinhas na praia. O passeio é feito com guias especializados e toda precaução é tomada para que as pessoas não estressem os animais, pois qualquer estresse faz com que as tartarugas não desovem.

Veja Também: Nova Iorque: viva um sonho na cidade que nunca dorme

Dia 5: Tortuguero

Tortuguero também nos oferece um passeio de canoa pelo rio para avistar de perto os animais da mata.

Passeio de canoa no rio em Toruguero em Costa Rica
Passeio de canoa no rio, em Toruguero. – Fotos de Elí Wilfredo Zavaleta Aguilar.

À tarde, segue-se viagem a La Fortuna.

Sugerimos o Hostel Jardines de Arenal para hospedar-se, pois os quartos são confortáveis e o atendimento é excelente.

Veja Também: Os 7 melhores destinos para lua de mel

Dia 6: La Fortuna

Uma atração imperdível é a Caverna Venado. Um guia acompanha o passeio pela caverna, que é uma aventura bastante interessante para aqueles que não se importam em se molhar. Ali, escala-se as paredes, entra-se em buracos e pode acontecer de se encontrar com alguma aranha ou morcego.

Em La Fortuna, o passeio principal é ver o vulcão Arenal. Ele esteve em erupção em 2010, mas nos dias de hoje, o local é propício para caminhadas guiadas, de onde se pode admirar a vegetação e os animais da região.

Veja Também: Lisboa: A Capital e a alma Lusitana

Dia 7: Playa del Coco

Depois de pegar dois ônibus, chega-se a Playa del Coco, litoral do Pacífico. Lugar bem agitado, com muitos turistas e lojas de souvenires. Nesta região, encontra-se atividades como mergulho, surfe, pesca, canoagem, caminhadas e passeios a cavalo.

A Playa del Coco não está muito distante de Liberia, uma das principais cidades da Costa Rica que possui um aeroporto, onde é possível pegar um avião até San José e, de lá, voar de volta à casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here