Turismo na Amazônia: Iquitos

A cidade de Iquitos é a maior da Amazônia peruana e a sexta mais importante de todo o país. A cada ano a região atrai a mais de cem mil turistas, interessados principalmente no ecoturismo. A vida noturna também é outro atrativo.

0
1940

As principais atrações turísticas de Iquitos estão relacionadas com o Ecoturismo.

Uma delas é o Quistococha, um zoológico um pouco diferente.

Lá vivem animais típicos da floresta amazônica, como a onça-pintada, o boto-cor-de-rosa, a anta e a arara. Muitos desses animais são dóceis e permitem a aproximação dos humanos.

Veja Também: Foz do Iguaçu além das Cataratas

Outra atração é o Puerto Belén, localizado na margem direita do Rio Amazonas. O porto está rodeado de casas de palafita, onde os pescadores vivem com suas famílias.

Você pode pagar um dos moradores para fazer com um tour pelo Rio Amazonas e pelos rios Nanay e Momón. Aproveite o tour para visitar a comunidade nativa do Boras, que vivem nas margens do Rio Momón.

Veja Também: O que você pensa quando lembra de Brotas?

Rio Amazonas em Iquitos

Iquitos: Guia Turístico

Em relação ao centro da cidade, o que mais chama a atenção é a Casa de Fierro ou Casa de Ferro, feita pelo arquiteto Gustave Eiffel, o mesmo da Torre Eiffel.

A edificação inteira está construída com placas de ferro, sendo considerada a primeira casa pré-fabricada da América.

Veja Também: Chapada das Mesas: Um tesouro escondido no Maranhão

Comida

A gastronomia de Iquitos é um dos encantos da cidade. As frutas tropicais estão presentes em muitos pratos, assim como as carnes exóticas, como a de jacaré, anta e veado.

No entanto, o consumo de algumas dessas carnes não é recomendável, pois muitas estão em perigo de extinção.

Os peixes de água doce são também muito consumidos.

Outro ingrediente exótico é o suri, uma larva que vive nos troncos de algumas árvores e que pode ser comida crua ou grelhada.

Veja Também: Fernando de Noronha: O paraíso é aqui

jacaré

Os principais pratos típicos são:

  • Juane: feito com arroz, carne de galinha, azeitonas e ovos cozidos.
  • Tacacho: feito com uma massa de banana verde, manteiga, carne de porco e temperos típicos da Amazônia.
  • Patarashca: Feito com peixes amazônicos, enrolados em folhas de bijao e assados na brasa.
  • Cecina: carne salgada e seca de porco, assada na brasa ou grelhada.
  • Suri a la parrilla: Suri grelhado e temperado.
  • Inchicapi: Creme preparado com farinha de milho, amendoim, coentro e ají (um tipo de pimenta).
  • Zarapatera: Sopa de carne de tartaruga com mandioca e banana.

Veja Também: Norte do Peru: muito além de Machu Picchu

tartaruga do zoológico de Iquitos

Restaurantes

Existem várias opções de restaurantes, como o The Yellow Rose of Texas, que serve tanto comida americana, como pratos feitos com ingredientes amazônicos.

Outros lugares conhecidos são o Al frio y Al fuego, o Ari’s Burger e o restaurante turísticos Gran Maloca.

Veja Também: Itapema: Calmaria para um passeio de férias

Clima e roupas

O clima de Iquitos é equatorial, com calor e chuvas fortes durante o ano todo, por isso não se esqueça do guarda-chuva.

O ideal é levar roupas leves e confortáveis, como shorts e camisetas de algodão.

Se você for visitar regiões de floresta fechada, leve também botas altas para evitar picadas de cobras. E não se esqueça do repelente.

Veja Também: Guia turístico para você fazer a Trilha Inca no Peru

Vida noturna

A cidade tem vários tipos de baladas, de bares a discotecas. Os bares costumam vender bebidas típicas, feitas com ingredientes da floresta. Entre as discotecas, a mais conhecida é a Noa, que fica a três quadras da praça de armas.

Veja Também: 5 cidades para você conhecer no Pantanal

Misticismo

Iquitos não é uma cidade tão católica como as outras cidades peruanas. A maioria dos moradores vem de zonas rurais, onde os habitantes possuem muitas crenças relacionadas aos espíritos da floresta.

Muitos viajantes visitam a cidade para experimentar a ayahuasca, uma bebida alucinógena, a qual os moradores atribuem poderes sobrenaturais.

Eles também acreditam que a bebida possui propriedades medicinais, podendo curar várias doenças. A ayahuasca só deve ser administrada por um xamã, já que um erro de dosagem pode ser perigoso.

Veja Também: Lavras Novas: conheça e surpreenda-se

Rio Amazonas em Iquitos

Lendas e mitos

Como já foi dito anteriormente, os povos amazônicos acreditam em muitas lendas e mitos fantásticos.

Quando você visitar Iquitos, provavelmente escutará muitas dessas histórias. As mais conhecidas são:

  • Tunche: é um ser que pena pela floresta durante a noite. Se você for uma pessoa boa, não há motivos para temer. Mas se, ao contrario, você for uma má pessoa, o tunche o fará pagar por todas as coisas ruins que tenha feito.
  • Yacuruna: é o ser mitológico mais conhecido da Amazônia Peruana. Segundo a lenda o Yacuruna vive nas profundezas dos rios e lagos. Ele tem o poder de sair das águas e se transformar em um homem bonito, para seduzir as jovens e trazer para o fundo dos lagos.
  • O navio fantasma: na entrada do zoológico de Quistococha existe uma enorme pintura em homenagem a essa famosa lenda. A história é sobre um navio que navega pelos rios da Amazônia, convidando as pessoas a entrarem. Dentro do barco ocorrem festas e orgias. No final da noite o barco volta a submergir e as pessoas que entraram já não podem sair, estando condenadas a pagarem pelos seus pecados pela eternidade.

Veja Também: Paranapiacaba: Os encantos da Cidade Luz

macaco do zoológico de Iquitos

Onde se hospedar

A cidade possui uma boa infraestrutura hoteleira. De acordo com o site TripAdvisor, existem mais de 30 hotéis e 25 albergues em Iquitos.

Além disso, existe também a opção de se hospedar durante alguns dias em um dos logdes que estão localizados dentro da própria floresta.

Esses locais foram pensados para os viajantes que querem vivenciar a vida selvagem, longe das distrações e do conforto da vida moderna.

Veja Também: Pontos Turísticos de Cusco no Peru

Artesanatos

Na cidade de Iquitos são vendidos uma infinidade de produtos artesanais, fabricados pelos grupos indígenas que habitam a região.

Entre os produtos estão pulseiras e colares, vasos de cerâmica e outros objetos de decoração. Todos eles são feitos com produtos da Floresta Amazônica.

Veja Também: Gastronomia do Peru: O sabor do tempero Peruano

Onça pintada do zoológico de Iquitos

Cruzeiros

O Rio Amazonas é ideal para viajar de barco ou navio, já que é um rio caudaloso. Existem muitos cruzeiros que navegam por ele, oferendo todo o conforto que um navio de luxo possui. Esses navios possuem todas as comodidades, como ar condicionado, academia e quadra de esportes.

Veja Também: Ica: conheça as linhas de Nazca e um oásis no Peru

Como chegar

Partindo de Lima, a única forma de chegar é por via aérea, não existem rodovias que conectem a capital à cidade.

O voo dura quase duas horas. Também se pode chegar por Manaus, de barco ou navio, em uma viagem que pode variar entre 8 horas até vários dias, dependendo da empresa.

Veja Também: As melhores praias do Peru

Artigo cortesía de Intiways Travel, pacotes de viagens para o Peru

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here