Shanghai: destino imperdivel para os amantes da Ásia

De templos silenciosos e comidas típicas servidas em pequenas casas antigas a restaurantes monumentais e vida noturna agitada, Shanghai, a maior cidade do mundo, oferece a mistura fascinante de tradicional e futurístico em um cenário onde o turista possui alto poder de compra.

0
2314

Para aqueles que procuram uma viagem de imersão em uma nova cultura, mas que não querem descartar as facilidades de uma grande metrópole, a cidade “acima do mar” (significado do nome Shanghai) possui opções que agradam a todos os gostos com estrutura receptiva a turistas.

Veja Também: Bora Bora: Um paraíso romântico

E aproveitar um pouco ou mesmo muito de tudo sem pesar no bolso não é difícil, pois diferente de outras moedas, o Yuan ou RMB possui valor baixo em relação ao Real, dando ao brasileiro, um poder de compra três vezes maior. É possível, por exemplo, almoçar um prato de bolinhos recheados típicos da cidade com menos de R$2,00.

Veja Também: Praia, neve ou campo? Nova Zelândia é o lugar

Estações bem definidas, ditam as regras do cenário e das atrações na cidade.

Shanghai
Foto: www.startupbootcamp.org

Quando ir a Shanghai

No frio e no calor, Shanghai se transforma em cidades diferentes. Apesar de possuir um clima mais ameno em comparação com cidades do Norte, como Pequim, Shanghai apresenta temperaturas que beiram à 6ºC no inverno e 32ºC no verão, sendo o período mais frio em Janeiro e o mais quente em Julho.

Para aqueles que preferem um clima agradável para passear sem se preocupar com o frio ou com o calor, a dica é viajar no meio do semestre, em Abril ou em Outubro.

Veja Também: Supreenda-se com Perth: A Capital mais charmosa da Austrália

Para quem gosta do frio

Explorar o Huoguo em diferentes restaurantes

Gastronomia durante o frio em Shanghai
(www.nipic.com)

O termo significa caldeirão no fogo, onde no caldeirão ferve uma sopa de sua preferência (no inverno é muito consumido a sopa de carneiro, que fornece mais energia ao corpo).

São servidos fatias finas de diferentes carnes, pequenas almôndegas de vários tipos e vegetais cortados. As carnes são acompanhadas de alguns tipos de molhos, salgados, agridoces e apimentados. Depois disso, não tem segredo, molha-se a carne na sopa, em poucos segundos a carne está cozida e pronta para receber o molho de sua preferência.

Em Shanghai, há incontáveis restaurantes que passam a servir o Huoguo assim que a temperatura começa a baixar.

Veja Também: As 6 melhores cidades para curtir o friozinho a dois

Casas de banho, o spa do inverno

Casas de banho, o spa do inverno em Shanghai
(www.luxuo.com)

Assim como restaurantes no frio, as casas de banho se preparam para receber o inverno, com diferentes tipos de saunas e ofurôs. Aqueles que estão acostumados com os cômodos apertados dos spas, ficarão felizes em saber que há espaço de sobra e decoração impecável nas casas de banho de Shanghai.

E depois do banho, nada mais justo que apreciar um jantar saudável e escolher um filme para assistir enquanto se recebe uma massagem nos pés. Muitas casas até oferecem shows e standups, com serviço de mesa, caso o jantar tenha sido leve demais.

Veja Também: 5 Destinos para fugir do Brasil no verão

Comemorar o ano novo chinês

Comemorar o ano Chinês em Shanghai
(www.cscyts.com.cn)

E em meados de fevereiro, a cidade se veste de vermelho e dourado para receber um novo ano. Nessa época, a cidade está a todo vapor, muitas danças do tigre e do dragão são encenadas nas ruas e centros, fogos nas portas de casas e estabelecimentos para espantar o azar, impossível não sentir a energia de renovação no ar.

Veja Também: Seguro viagem: porque você não pode embarcar sem ele!

Para quem gosta do calor

Passeio à Nanxun, a Veneza local

Passeio à Nanxun, a Veneza de Shanghai
(songjianhao/imaginechina)

Os principais terminais de ônibus da cidade possuem passagens para Nanxun por 46RMB e com entrada de 100RBM, é possível visitar a tranquila e conservada cidade aquática com gasto mínimo total de R$30,00, mas com pouco a mais, você pode desfrutar um lámen típico da região em um dos restaurantes com vista para o canal cercado de árvores e casinhas interioranas.

Veja Também: 4 situações que pedem um Seguro Viagem

Mergulho em parques aquáticos

Parque Aquático em Shanghai
(style.sina.com.cn)

Os parques de Shanghai, assim como a maioria dos centros de diversão em toda a China, são inspirados nos principais centros de lazer ao redor do mundo. De forma que a maioria não perde em tamanho ou atração para os amigos americanos e europeus. A diferença está no preço da entrada, que é mais acessível. Vale conhecer a Changfeng Ocean World, ChangfengPark e a Dino Beach.

Veja Também: Disney: Guia de Viagem

Meditação e tai chi chuan para começar bem o dia

Que tal aproveitar o ar fresquinho da manhã ao som de um violino chinês, praticando o famoso tai chi chuan em plena China?

Não é difícil encontrar um grupo de chineses e simpatizantes em praças, parques ou condomínios realizando os movimentos suaves como exercício matinal. Os grupos se encontram todos os dias nos mesmos horário e local, normalmente entre 6:00h e 7:30h, simpatizantes são bem vindos.

Meditação nos templos também é uma boa pedida, Shanghai possui uma quantidade generosa de templos e jardins tradicionais para equilibrar o cenário junto aos arranha-céus.

Veja Também: Férias: 5 estratégias para você gastar menos em sua Viagem

Opções de estadia

Hospedagem em Shanghai
(www.qvodkuang.com)

Para quem não tem amigos ou familiares, ou mesmo para quem tem, ficar em hotel é uma boa pedida. A média dos preços por diária varia entre R$100 a R$200 para hotéis quatro estrelas.

Há opções ainda mais mais em conta e também, mais salgadas para quem abusar do conforto. Alguns exemplos de diárias:

  • Haiyatt Hotel Shanghai: R$225 (4 estrelas)
  • Wugong Hotel: R$152 (3 estrelas)
  • Shanghai Blue Mountain: R$92 (3 estrelas)
  • Shanghai Suzhou Hepan International: R$92 (3 estrelas)

Veja Também: Dicas para você planejar sua viagem

Transporte prático e rápido

Mesmo sendo a cidade mais populosa do mundo, Shanghai surpreende pela sua pontualidade e organização. Uma vez que perder tempo é o terror dos chineses, na principal metrópole do país pode-se dizer que tudo é mais rápido ainda.

Muitas linhas de metrô e ônibus, levam o passageiro a qualquer lugar da cidade, com a cobrança da passagem barata e proporcional à distância percorrida. Para quem tem pressa, pegar um avião para cidades vizinhas também é simples.

Veja Também: Seguro Viagem: 10 Dicas para você não errar na contratação

A cidade do exagero e da simplicidade

Shanghai é a cidade mais populosa do mundo
(www.thechinavoice.com)

Ao chegar em Shanghai, não se assuste com o ritmo da cidade, fora dos parques e templos, você terá a impressão de que todos estão com pressa, e provavelmente não será apenas impressão. Mas muito da antiga disciplina e paz milenar ainda está está talhada ao longo do cenário urbano-futurista. De uma forma ou de outra, você terá grandes chances de encontrar o que busca e ainda se surpreender.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here