Dicas para você planejar sua viagem

Quem nunca sonhou em viajar? Fazer a viagem dos sonhos não precisa ser algo distante. Com planejamento, o turista pode vivenciar uma experiência incrível!

0
1402

Depois de decidir o destino, é importante verificar a documentação necessária para viajar. Cada lugar pedirá um tipo de documento e é importante o turista ficar atento.

Em viagens nacionais, qualquer documento oficial com foto (RG ou carteira de motorista, por exemplo) poderá ser usado.

Já para as viagens internacionais dependerá muito dos acordos entre os países. Na maioria dos países da América do Sul, por exemplo, o turista brasileiro pode entrar apresentando unicamente o documento de identidade (RG) – alguns deles exigirão também a vacina contra febre amarela, como é o caso da Bolívia.

Veja Também: 5 Dicas para Turistas de Primeira Viagem

planejar sua viagem
Foto: imirante.globo.com

Dicas de Viagem

Em outros países, como os europeus que fazem parte do Espaço Schengen, o turista precisará de um passaporte válido por, no mínimo, 6 meses e será permitido que ele fique por um período de até 3 meses.

México, Costa Rica, Rússia, Turquia, África do Sul, entre outros, também permitem a entrada de brasileiros com a apresentação do passaporte apenas.

Veja Também: Passo a passo para tirar seu passaporte sem complicações

No entanto, existem outros países cuja entrada é um pouco mais difícil e, então, é preciso conseguir visto antecipadamente. Dentre estes, citamos: Estados Unidos, Canadá, Japão, China, Índia e Cuba. Esse trâmite pode exigir um pouco de trabalho, mas sonhos são sonhos e qualquer esforço, com certeza, vale a pena para realizá-los.

Veja Também: Seguro viagem: porque você não pode embarcar sem ele!

Aeroporto: embarque e desembarque

Confira tudo antes de chegar ao aeroporto para não esquecer nenhum documento (ou vacina) importante e organize bem a mala de viagem de maneira que objetos cortantes (alicate, agulha, tesoura ou ferramentas), isqueiros, frascos com líquidos (perfume, desodorante ou creme dental com mais de 100 ml), gel ou aerossóis fiquem na bagagem a ser despachada – a possibilidade de um agente da polícia federal verificar a sua bagagem de mão e retirar aquilo que não é permitido levar consigo é grande e você perderá esses objetos. As exceções são medicamentos (com a receita médica), alimentos para crianças pequenas ou para diabéticos.

Veja Também: 4 situações que pedem um Seguro Viagem

dicas de viagem
Foto: pitt-greenvilleairport.com

A bagagem deve estar sempre bem identificada por dois motivos: o primeiro é para caso de perdas por parte da companhia aérea durante a viagem (pode acontecer da mala ser encaminhada a outro voo e entregarem a você somente depois de um dia) e o segundo é a facilidade de visualizá-la na esteira, quando todos estão ansiosos, no desembarque, esperando suas malas para poder sair do aeroporto.

Veja Também: 10 dicas de como prevenir perdas e roubos de bagagem

Voo

Use roupas confortáveis, preferentemente de algodão, durante sua viagem de avião. Um agasalho para o frio é uma sugestão importante, pois a temperatura pode diminuir durante o voo.

Coma comidas leves e evite refrigerantes, pois estes provocam gases, você se sentirá inchado e, consequentemente, desconfortável durante a viagem. Bebidas alcoólicas também não são indicadas, pois aumentam os sintomas do jet lag (cansaço, dores de cabeça e no corpo, alteração de humor, problemas digestivos, entre outros sintomas decorrentes das horas de espera em aeroportos e conexões e pela mudança de fuso horário), além de que, nas alturas, a pessoa fica bêbada mais facilmente.

Veja Também: Seus direitos em caso de atrasos ou cancelamentos de voos

Viagem de Avião
Foto: philippine-pro.com

Em voos longos, procure movimentar-se com frequência e beba água durante a viagem para ajudar na circulação sanguínea.

Escolha do hotel

Antes de escolher o hotel é importante refletir sobre o tipo de viajante que você é. Você é daqueles que gosta de curtir a cidade, acordar cedo e passear o dia todo durante a viagem, visitando museus, parques, shows, etc., ou gosta de dormir até mais tarde, tomar um bom café da manhã? Gosta de ter comodidades e desfruta dos serviços do hotel?

Veja Também: Seguro Viagem: 10 Dicas para você não errar na contratação

Hotel da sua viagem
Foto: hypescience.com

Depois de você se enquadrar em um desses perfis, fica mais fácil de escolher o seu tipo de hospedagem e buscar o hotel ideal. Aqueles que passam o dia todo, durante a viagem, passeando pela cidade e visitando pontos turísticos não precisam gastar horrores em diárias, pois usufruirão pouco das comodidades oferecidas pelo estabelecimento. Já os turistas que gostam de conforto, provavelmente não se incomodarão de pagar a mais para tê-lo.

Veja Também: Economize na viagem de férias

Geralmente, nas cidades turísticas, há grande oferta de hotéis e, para procurar um que combine com você, cabe conhecer a diferença entre eles:

  • Hotel: alojamento em quarto privado, com serviço de recepção, podendo estar inclusa ou não a alimentação;
  • Pousada: hotel que contempla, no máximo, três andares, podendo contar também com chalés;
  • Albergue: também conhecido como hostels ou albergue da juventude, é um tipo de hotel onde os preços das acomodações são mais acessíveis, sendo que estas podem ser em um quarto compartilhado ou não, com banheiro no quarto ou fora dele. Geralmente dispõe de cozinha e lavanderia;
  • Hotel fazenda: hotel localizado em uma zona rural e que oferece vivências campestres;
  • Resort: hotel mais luxuoso (de 4 ou 5 estrelas) que oferece lazer e entretenimento, com serviços de estéticas, atividades físicas e recreação;
  • Flat: local onde cada hóspede conta com um dormitório, banheiro, sala e cozinha equipada, possui serviço de recepção e limpeza.

Veja Também: 7 dicas para você planejar as férias inesquecíveis

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here