Os encantos imperdíveis de Chambéry

A França inteira é um encanto! Deixando a cidade luz (principal destino turístico do mundo) e indo para o sudeste, quase chegando à Suíça, você encontrará uma bela cidade chamada Chambéry.

0
4019

A distância entre Paris e Chambéry é de, mais ou menos, 600 quilômetros e a viagem em trem dura pouco menos que 3 horas.

Localizada na região de Rhone – Alpes, Chambéry é uma cidade muito charmosa: tem muita história pra contar e os alpes franceses para apreciar!

A cidade já fez parte da Itália e da Suíça, mas em 1860 foi anexada definitivamente a França.

Caminhando por ela, nota-se traços de um passado medieval ainda presentes nas ruas da cidade.

Os duques de Savoie deixaram rastros pela cidade, que possui um castelo que pertencia a eles, além de belas mansões.

Além disso, por abrigar um campus da Universidade de Savoie, Chambéry é considerada uma cidade universitária, com muitos jovens.

Se perca por um momento caminhando pelo centro antigo da cidade e percorra ruas como: a place Saint – Léger, a rue Croix – d’Or e a rue Basse – du – Château.

Veja: As verdades e mitos sobre o povo francês

Mais: Lua de mel em Paris inesquecível

Veja as principais atrações turísticas da cidade

La Fontaine des Elephants

Um dos símbolos de Chambéry, expõe bonitas esculturas de elefantes feitas para homenagear o General de Boigne em 1838.

Fonte dos elefantes, Chambéry
Fonte dos elefantes, Chambéry. Foto de Iracema Cerdan Zavaleta Galves (2011).

Château des ducs de Savoie

Castelo dos duques que foi construído no ano de 1200, mas que foi sendo alterado no decorrer dos anos. Ali é possível fazer uma visita guiada.

Château des ducs de Savoie, em Chambéry
Château des ducs de Savoie, em Chambéry. Foto de Iracema Cerdan Zavaleta Galves (2011).

Cathedral de Saint François de Sales

Também é uma obra bem bonita, principalmente por dentro, foi um antigo convento franciscano do século XIII, que foi sendo modificado com o tempo: vale à pena entrar nela e apreciar a grandiosidade de seus interiores por alguns instantes.

Seu endereço é Place de la Métropole (telefone: 04.79.33.25.00).

Site: www.chambery2007.paroisse.net

Musée Savoisien

No século XIII era um convento, abriga uma bonita coleção da escola italiana de arte.

Está localizado na Savoisien Square Lannoy-de-Bissy (telefone: 04.79.33.44.48), aberto de quarta a segunda, das 10h às 12h e das 14h às 18h.

Site: http://www.cg73.fr/5843-le-musee-savoisien.htm

Université de Savoie

O campus em Chambéry está localizado na 27 rue Marcoz (telefone: 04.79.75.85.85).

Site: www.univ-savoie.fr

Chambéry, França
Chambéry, França. Foto de Iracema Cerdan Zavaleta Galves (2011).

No período de verão, é possível fazer caminhadas nos Alpes. Já no inverno, a prática de esqui e snowboard tomam conta da região.

Outra atração muito próxima a Chambéry é o Lago Bourget, que é o maior e mais profundo lago do território francês.

Saiba: Onde ficar em Paris em sua Viagem

Bourget Lac.
Bourget Lac. Foto de Elí Wilfredo Zavaleta Aguilar (2011).

Além dessas atividades, estando em Chambéry é muito fácil chegar ao Parque Nacional da Vanoise, ao Parque Natural Regional de Bauges e ao Parque Natural Regional de Chartreuse.

Veja: Top 10 de Paris para você aproveitar o que a Cidade Luz tem a te oferecer

E, se tiver um tempinho e quiser aproveitar, desde a estação de trem de Chambéry é possível chegar a outras cidades:

Annecy: lugar tranquilo para apreciar a natureza e relaxar: visite o Castelo de Annecy ou o Menthon St Bernard;

Grenoble: assim como Chambéry, é uma cidade universitária e tem seu teleférico como seu principal cartão postal.

O teleférico leva o turista até o mirante e o Fort de la Bastille, que oferece uma vista de toda cidade.

Aos que se interessam pela Segunda Guerra Mundial, podem visitar o Musée des Troupes de Montagne e, os amantes da Filosofia, gostarão de tirar uma foto da fachada da casa do filósofo e escritor Stendhal;

Lyon: os cinéfilos devem obrigatoriamente passar pela cidade que abriga o Institut Musée Lumière, casa onde os irmãos Lumière, inventores do cinema, viveram e que atualmente expõe a história e alguns equipamentos sobre o tema;

Genebra, na Suíça: como a hospedagem na Suíça é bem cara, uma alternativa para conhecer o país é ir e voltar desde outro país (França, Alemanha ou Itália).

A viagem em trem para Genebra está a mais ou menos 1h30. Ali você pode ver o Palais des Nations (sede da ONU), a Red Crescent Museum e a Croix Rouge (sede da Cruz Vermelha), visitar o Institut el Musée Voltaire (local onde Voltaire viveu) e a Île Rousseau (ilha dedicada a Jean – Jacques Rousseau, que nasceu na cidade), além de fazer passeios de barco e comer o famoso chocolate suíço.

Veja Também: Seguro viagem: porque você não pode embarcar sem ele!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here