Morro de São Paulo: Um paraíso no coração da Bahia

Morro de São Paulo é um dos destinos mais procurados do Brasil, muito sol, piscinas naturais, areia branca, paisagens belas e passeios únicos.

0
4085

Viajar para Morro de São Paulo é uma experiência única, principalmente para quem gosta de muita praia com areia branca e águas cristalinas.

Além disso, a ilha oferece pontos turísticos históricos e atividades repletas de adrenalina, como mergulho e salto de tirolesa.

Veja Também: Kit Praia: saiba o que você precisa levar

Para os românticos, a local também é uma excelente opção para relaxar e aproveitar a natureza. Localizada na Ilha de Tinharé, na Bahia, o acesso à Morro de São Paulo é possível por transportes marítimos ou avião particular.

Veja Também: Viagem romântica: 10 destinos inesquecíveis

Morro de São Paulo, localizada na Ilha de Tinharé - Bahia
Morro de São Paulo, localizada na Ilha de Tinharé – Bahia

Morro de São Paulo: Guia de Viagem

Como chegar

Para quem está vindo do aeroporto de Salvador, o ideal é pegar um transporte até o centro de Salvador e depois embarcar no Terminal Marítimo, perto do famoso Mercado Modelo. Pode ser um táxi ou ônibus, mas é ideal se planejar antes com o horário do voo, já que o aeroporto fica há uma distância razoável do Terminal. Depois há opções de transporte via Catamarã ou Lancha que demoram cerca de 2h30 até 3h de viagem até Morro de São Paulo.

Veja Também: Seguro viagem: porque você não pode embarcar sem ele!

Para quem prefere um trajeto mais rápido, há a opção de voar para Morro com um Transfer Aéreo. O valor é bem mais elevado do que o método marítimo mas leva apenas 25 minutos de trajeto.

Veja Também: 4 situações que pedem um Seguro Viagem

Morro de São Paulo: veja como chegar
Morro de São Paulo: veja como chegar

Ao chegar, prepare-se para uma taxa de entrada na ilha, que deve ser paga por todos os turistas, com o valor de R$ 15. Não pague duas vezes: essa taxa de preservação é apenas para o desembarque. Depois dos passeios, diga que já está pago e se necessário indique em qual hotel ou albergue está hospedado.

Veja Também: O que não pode faltar na mala das férias de verão

Depois disso não se assuste se diversas pessoas se oferecerem para carregar as suas malas e pelo contrário: negocie um valor e opte pelo carrinho. Os carregadores não são caros e vão te poupar daquela dor nas costas de ter que arrastar as malas nas subidas e descidas até o hotel ou pousada. Mas peça para ir junto de você para poder ficar de olho e indicar o local da hospedagem.  Para os mochileiros, também é válido mas vai da disposição de cada um.

Veja Também: As 6 melhores cidades para curtir o friozinho a dois

Melhores datas

Com águas cristalinas e dezenas de pontos históricos, Morro de São Paulo é uma obra prima para visitação, com visual natural e paradisíaco. Os meses de pico são aqueles de férias (junho/julho) e durante todo o verão, além dos feriados prolongados. Portanto, se está procurando por diversão, restaurantes agitados e festas é indicado chegar nas estações de pico. Já para quem está procurando um cenário mais tranquilo, vale optar pelos outros meses: além de tudo fica mais barato, por ser baixa temporada, as praias e serviços estarão mais exclusivos. Mas é possível que você ache tudo um pouco vazio demais, sem muitas opções de passeios. É interessante pesquisar para chegar perto dos meses de pico, antes ou depois. As coisas estão mais em conta e os turistas ainda vão manter os serviços em movimento.

Veja Também: 5 Destinos para fugir do Brasil no verão

Pontos turísticos

Não são poucas as localidades históricas para visitar em Morro de São Paulo. Desde a arquitetura barroca da Igreja Nossa Senhora da Luz até as Ruínas da Fortaleza do Tapirandu, as construções encantam os visitantes. Inclusive ver o pôr-do-sol no Forte é uma das atividades mais esperadas pelos turistas. O mirante oferece uma vista ampla do mar e garante também boas fotos. Vale conhecer o Farol do Morro no caminho, que é também excelente mirante para registrar suas fotografias.

Veja Também: Truques para te deixar mais fotogênica

Morro de São Paulo: pontos turísticos
Morro de São Paulo: pontos turísticos

Para quem gosta de algo mais radical, a Tirolesa com 340 metros de extensão e 70 metros de altura é adrenalina pura, e leva o turista em queda livre até o mar. Também é possível contratar serviços de mergulho, seja na quarta praia ou em alto-mar. Não é difícil descobrir: não faltam lojas de turismo em Morro. Basta se informar em alguma delas e tomar as precauções necessárias para que tudo seja feito da forma mais segura.

Veja Também: Bahamas: o paraíso na terra

Morro de São Paulo: tirolesa é pura adrenalina
Morro de São Paulo: tirolesa é pura adrenalina

Não tem como fugir: o grande destaque do Morro de São Paulo são suas praias, que são numeradas em sequência. A primeira e segunda praias concentram a maior parte das pousadas e dão acesso direto para o centro comercial de Morro. Cada praia não é muito extensa e vai rodeando Morro de São Paulo. Quanto mais longe você for, mais paradisíaco o visual ficará. Na quarta praia, as piscinas de águas cristalinas são formadas nos recifes, sem ondas em maré baixa, ideal para a concentração dos mais diversos peixinhos coloridos. Ela pode ser encontrada facilmente: basta seguir o litoral e a caminhada dura cerca de 30 minutos.

Veja Também: Economize na viagem de férias

Primeira praia em Morro de São Paulo na Bahia
Primeira praia em Morro de São Paulo na Bahia

Para aguentar tudo isso, é preciso bastante fôlego, afinal como o próprio nome já diz: é um morro. Então há subidas para todos os lados, seja voltando da praia ou caminhando pela cidade. Por sinal, Morro de São Paulo não tem um centro tão grande, sendo possível fazer tudo à pé: desde conhecer os pontos turísticos mais próximos até caminhar nas praias.

Veja Também: 7 dicas para você planejar as férias inesquecíveis

Quarta praia em Morro de São Paulo na Bahia
Quarta praia em Morro de São Paulo na Bahia

A observação de Baleiras Jubarte também são um espetáculo a parte. A melhor época é na segunda quinzena de julho ou na primeira quinzena de outubro. Mas o passeio só é feito por duas empresas nessa época e o transporte é marítimo.

Veja Também: 10 dicas para você manter a forma nas férias

Não faltam caminhadas ecológicas: tem para a cachoeira Fonte do Céu, trilhas, cavalgadas e até passeios para outras localidades que duram o dia inteiro. Vale dar uma olhada em todas as opções.

Hospedagem

Existem hotéis, hostels, albergues e pousadas para todos os gostos e valores. No centro, mais perto da primeira praia, ou com vista direta, as diárias por pessoa costumam ser mais caras. Então a dica é procurar alguma coisa que não seja beira-mar. Afinal, o trajeto será curto e a economia fará diferença no final das contas. Tudo depende do tipo de hospedagem que está procurando. Para uma viagem mais requintada, alguns hotéis são realmente glamourosos e para os mais jovens, que estão com menos dinheiro, os albergues ficam lotados de turistas e as pousadas também são excelentes opções.

Roupas, acessórios e produtos

Como é um local tipicamente praiano, investir em peças mais leves e frescas é a dica ideal. Para as mulheres, moderação no salto alto: são muitas subidas, ruas com pedrinhas ou apenas de areia. Então sandálias baixas, rasteirinhas, chinelos e tênis são as melhores indicações. Biquíni, maiô e roupas de banhos masculinas são peças indispensáveis. Mesmo nos passeios mais leves, a recompensa da caminhada em maioria será aquática. Para a noite, modelos mais leves também, já que não costuma esfriar tanto. Repelente e filtro solar são itens certos na bagagem, já que o ambiente é bem natural e a exposição solar será intensa.

Veja Também: Dicas de looks para usar na praia

Além de conhecer Morro de São Paulo, vale a pena conhecer as outras regiões ao entorno, como a Praia de Gamboa. Lá ficam os famosos paredões de argila natural. Você pode aproveitar para se divertir com seus amigos e depois mergulhar na praia tranquila.

Caminhada até Gamboa em Morro de São Paulo
Caminhada até Gamboa em Morro de São Paulo com a maré quase alta

Para quem gosta de caminhar, dá para ir à pé do centro do Morro até a Gamboa. No entanto, se informe sobre as marés: é impressionante a diferença que algumas horas podem fazer no caminho. Se você estiver para voltar na maré cheia, prefira pegar um dos barcos de transportes menores, que levam os turistas entre as praias. Dá para pegar a embarcação na ida e na volta, se preferir. Mas a caminhada é muito bonita. Tenha realmente muita atenção com isso para não ficar preso no meio do caminho.

Dicas extras

Carregue sempre uma quantia em dinheiro para os passeios, já que você pode descobrir mais um trajeto com o barqueiro e eles não aceitam cartões de crédito.

Pesquise por pacotes antes de escolher qualquer hotel. A diversidade de preços é gigantesca e a distância não será tão significante. Além disso, as hospedagens mais para dentro do Morro ficam mais perto dos serviços gerais, como mercado, lojinhas e tudo mais. E lembre sempre: primeira e segunda praias ficam mais perto do centro comercial. Caso busque mais tranquilidade, a quarta praia irá te isolar bastante do movimento local. Será um paraíso, mas longe de todo o resto. Então vale pesar suas prioridades na viagem.

Para conhecer as redondezas da ilha, pergunte para os próprios barqueiros sobre passeios em Morro de São Paulo e afins. Algumas localidades ficam acessíveis durante algumas horas do dia e outras concentram apenas piscinas naturais e coqueiros. Então, monte seus próprios passeios e vá preparado para se molhar: nada de calça jeans ou muitos eletrônicos. Alguns “desembarques” são feitos dentro da água. Não precisa se preocupar com nadar, mas aquela roupa de banho constante por baixo vai ajudar.

Morro de São Paulo: o transporte mais comum é feito de barco
Morro de São Paulo: o transporte mais comum é feito de barco

Pontos negativos? Sim. Você pode achar algumas coisas meio desorganizadas em Morro de São Paulo, mas nada que vá atrapalhar sua viagem. Além disso, alguns preços são muito acima da média em determinados restaurantes ou hotéis. Então não se esqueça de pesquisar sempre, por tudo, e negociar. Alguns passeios podem ser feitos em pacotes e saem mais baratos dependendo do número de pessoas. Não vale andar em locais muito desertos durante a noite, como caminhar até a quarta praia por exemplo. O trajeto pode ser perigoso, como em qualquer local turístico. Prefira fazer as caminhadas durante o dia.

Portanto, muito sol, areia, paisagens belas e passeios únicos integram Morro de São Paulo. As opções são diversas e pelo menos cinco dias de hospedagem vão garantir uma viagem intensa. O local pode ser visitado com seu parceiro já que é bastante paradisíaco e romântico, mas também ficará bem divertido com um grupo de amigos, principalmente nos passeios de Banana Boat, salto na Tirolesa e ecoturismo. As atividades noturnas também são bem extensas: desde boates, festas fechadas ou ao ar livre. Agora é preparar a bagagem e partir para a Bahia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here