Lisboa: A Capital e a alma Lusitana

O que de melhor da terrinha Lisboa pode proporcionar aos viajantes.

0
1607

Como diria Amália Rodrigues, grande fadista portuguesa:

Ai Lisboa Terra bem nobre e leal, És o castelo, a proa Da velha nau Portugal, Ai Lisboa Cheiram a sal os teus ares. Deus poste as ondas aos pés, Porque és tu a Rainha Dos Mares.

Veja Também: Portugal: Um Guia rápido para conhecer o país

A cidade de Lisboa está cercada pelo Rio Tejo e também pelo Oceano Atlântico, de onde muitas naus dos antigos colonizadores desembarcaram além mar. Hoje em dia é uma das primeiras cidades a ser visitada em Portugal e porta de entrada para a Europa.

Seu requinte e boas condições turísticas fazem com que viajar até Lisboa seja muito acolhedor e delicioso.

Veja Também: Guia de Viagem para Você conhecer o México

Lisboa: Guia de Viagem

Nas proximidades do Tejo podemos conhecer dois dos maiores e mais interessantes monumentos para os cidadãos portugueses:

  • Torre de Belém: Esse é o local onde os navegadores se encontravam antes da partida e depois que chegavam de longas viagens. Era também um ponto estratégico para do alto ver novos ataques à cidade ou reviravoltas no mar. Hoje o esforço para subir a escadaria da Torre é outro, mas vale muito a pena quando o visual é o Tejo e não deixa de ser um ótimo exercício para queimar os doces Pasteizinhos de Belém.
  •  Padrão dos Descobrimentos: É o monumento que homenageia os colonizadores, os pacificadores e catequistas das antigas expedições oceânicas.

Veja Também: Mochilando pelo Norte do Peru

Lisboa é uma incrível mescla de muitos movimentos culturais. Por sua história logo pensamos que apenas encontraremos museus empoeirados e pouca coisa para fazer além de andar por ruas com terríveis paralelepípedos.

Ao contrário do que muitos pensam, os museus da cidade são extremamente belos e bem equipados para uma melhor visitação do público a seus acervos. Poderemos encontrar grandes experiências históricas através de seus artefatos – muito bem cuidados e explicados – como também encontraremos locais de grande entretenimento.

Veja Também: Supreenda-se com Perth: A Capital mais charmosa da Austrália

Os museus mais conhecidos são:

  •  Museu Nacional do Azulejo: Sendo o objeto de decoração mais utilizado em Portugal e mais copiado pelo mundo, o azulejo possuí uma interessante trajetória histórica, principalmente relacionada às primeiras famílias portuguesas e os brasões de seus imponentes nomes. Nada melhor para conhecer esse passado do que apreciar lindíssimas peças delicadas e artísticas bem de pertinho.
  • Museu do Fado: Amália Rodrigues e outros grandes compositores estão esperando nesse lugar os mais ávidos visitantes interessados pela cultura portuguesa. É aonde se compõem as linhas que conectam todas as esferas da sociedade portuguesa em Lisboa. Vale a pena conferir e cantarolar ao som de canções tradicionais do país
  • Museu de Arte Antiga: Aqui se concentram muitas raridades da arte portuguesa, relíquias de séculos passados e artefatos da cultura chinesa, moura e africana, que foram apropriados pelos portugueses durante o período da colonização.

Veja Também: Peru: Cusco, Águas Calientes e Machu Picchu

Pelas ruas de Lisboa é impossível não notar a incrível importância arquitetônica da cidade. Podem ser observados os mais diversos expoentes da arquitetura gótica à modernista. Por exemplo, o Museu de Arte Antiga tem como sede um palácio do século 17. A arquitetura neocolonial está nos mínimos detalhes de casas a grandes construções do centro de Lisboa. É por lá também que passa o famoso bondinho elétrico que dá todo um charme para a capital lisboeta.

Veja Também: Top 5 Lugares para Visitar na Colômbia

Os monumentos que possuem elementos da arquitetura gótica também entram no roteiro. Alguns exemplos são:

  • Mosteiro dos Jerônimos: É considerado um grande monumento para os portugueses, em homenagem à Vasco da Gama pelo descobrimento do Caminho das Índias, é porta de entrada da cidade desde o reinado de Manuel I.
  • Castelo de São Jorge: Primeiramente morada dos mouros durante a invasão muçulmana na Península Ibérica e também morada de nomes da corte portuguesa. É uma rica experiência de maneira geral, e do topo ainda é possível ver pedaço da cidade de Lisboa e a impressionante Ponte Vasco da Gama.

Veja Também: Disney: Guia de Viagem

Vista panorâmica Castelo de São Jorge em Lisboa
(Foto: Vista panorâmica Castelo de São Jorge/Ponte Vasco da Gama, Lucas Costa, 2012).

Mas Lisboa, além de possuir múltiplos exemplos ainda edificados sobre a nação portuguesa, também possui aspectos de modernidade.

  • A Ponte Vasco da Gama: Uma das mais extensas pontes da Europa com quase 18 quilômetros de extensão, é considerada uma obra prima da arquitetura mundial.

Veja Também: Buenos Aires no verão: como é? O que fazer?

Teleférico Parque das Nações em Lisboa
(Foto: Teleférico Parque das Nações, Gabriela de Oliveira, 2012).
  • Parque das nações: É a cara da modernidade! Construído em 1998 é um polo para o entretenimento de toda a família. Percorrendo pelo teleférico a vista que se pode ter do mar é incrível.
  • Oceanário de Lisboa: É considerado um dos maiores oceanários da Europa, seus tanques enormes mostram a diversidade da natureza e dos seres que vivem nas profundezas do mar.

Veja Também: Cancún: o pulmão da Riviera Maia

Oceanário de Lisboa
(Foto: Oceanário de Lisboa, Eva Salgado, 2012).

Para além de passear, comer, beber e dormir bem é bastante comum em Lisboa. Com facilidades que só existem em capitais, a compra com o euro com cartões é cada vez mais comum. A comunicação, que é essencial em qualquer viagem, pode ser feita muito bem e até proporcionar grandes parcerias que possam te mostrar a cidade.

Veja Também: Visitando Verona: a cidade de Romeu e Julieta

Opções de hospedagem e de bons bares e restaurantes não faltarão, mas ainda assim, você pode se hospedar no famoso Traveller’s House. Poderá degustar dos sabores portugueses, como comer um bolinho de bacalhau ou tomar um licor de ginjinha, no Orpheu Caffé, e por fim comprar lindas lembranças na Feira da Ladra.

Assim como o dia em Lisboa pode ser bem agitado, a noite também é conhecida por trazer grandes experiências. Uma das baladas mais conhecidas é a Kremlin que a cada dia contempla um estilo musical diferente para curtir, sem contar o Bairro Alto no centro da cidade.

Veja Também: Viaje e conheça Serra Negra

Kremlin em Lisboa
(Foto: Kremlin, site da casa, acessado em fevereiro de 2015).

Para chegar a Lisboa e conseguir aproveitar todos os mais conhecidos e desconhecidos destinos da cidade, voos internacionais é que não faltam e também há a opção de dirigir pela rota que liga a Cidade do Porto até a capital. Dentro da cidade as ruas são bem sinalizadas caso você queira andar de carro, mas pode melhorar o trânsito e a poluição indo de metrô. A melhor dica é ir: porque o difícil não é chegar, o difícil é sair!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here