Ica: conheça as linhas de Nazca e um oásis no Peru

O Peru é um país cheio de mistérios, desde as construções em pedra do Vale Sagrado e Machu Picchu, na região dos Andes, até as grandiosas linhas de Nazca, desenhos gigantes feitos no deserto.

1
3450

O deserto de Nazca está na região de Ica, ao sul de Lima, capital do Peru. Abriga um grande sítio arqueológico onde se encontram diversas imagens desenhadas no solo: há figuras com aparência humana, em forma de vegetais, de animais e até figuras geométricas.

Veja Também: Norte do Peru: muito além de Machu Picchu

Seus traçados, que ocupam uma área de 500 quilômetros quadrados, têm, em média, profundidade de 30 centímetros e foram feitas, provavelmente, entre os séculos III e V d.C.

Há quem diga que as linhas de Nazca foram feitas por extraterrestres, mas a hipótese mais bem aceita é que os antigos povos que ali viviam fizeram os desenhos para que fossem vistos pelos deuses, ou seja, seriam mensagens para eles.

Veja Também: Guia turístico para você fazer a Trilha Inca no Peru

A conservação do local se dá, em grande parte, porque ali é um deserto, isto é, está ambientado em uma região de clima seco, onde não há chuvas (a média é de quinze minutos de chuva a cada ano). O site peruano Arqueología del Perú diz que “este lugar não é para os homens, ele é a morada de deuses”.

Veja Também: As melhores praias do Peru

Nazca no Peru e suas atrações turísticas

As linhas de Nazca foram descobertas por acaso em 1939, quando o arqueólogo estadunidense Paul Kosok sobrevoava o sul do Peru para estudar antigos sistemas de irrigação. Maria Reiche, matemática alemã, também contribuiu muito para a investigação acerca do local e devemos a ela muitos dos conhecimentos que temos hoje de lá.

Veja Também: Mochilando pelo Norte do Peru

Linhas de Nazca desenho do Astronauta
Linhas de Nazca: desenho do Astronauta. – Foto de Iracema Cerdan Zavaleta Galves

A estrada Panamericana Sur corta a zona onde se encontram as linhas de Nazca. Esses desenhos não podem ser vistos do chão, por isso, para apreciá-los há um mirante no km 419 da estrada, mas o ideal mesmo é sobrevoar a região com um pequeno avião (que comporta cinco pessoas).

Veja Também: Peru: Cusco, Águas Calientes e Machu Picchu

Os voos saem do Aeroporto de Nazca (a 4 km da pequena cidade). Antes de embarcar, normalmente, o turista assiste a um vídeo contando sobre a história e os mistérios envolvendo as linhas de Nazca. O tour dura aproximadamente meia hora e recomenda-se não comer antes de voar, porque é muito comum passar mal no avião. O passeio custa mais ou menos 150 dólares.

Veja Também: Seguro viagem: porque você não pode embarcar sem ele!

Além das linhas de Nazca, a região tem outros encantos. Muito próximo dali (é possível ir logo depois do voo) há o Cemitério Chauchilla, que também está situado no deserto, onde é possível ver túmulos e múmias bem conservados. Pode-se descobrir um pouco da história desse povo, que antecedeu o inca nas terras peruanas. A entrada no cemitério é de 10 soles (mais ou menos R$ 9,50).

Veja Também: 4 situações que pedem um Seguro Viagem

Tumulo no Cemiterio Chauchilla em Nazca
Túmulo no Cemitério Chauchilla. – Foto de Iracema Cerdan Zavaleta Galves.

Saindo de Nazca, mas ainda em Ica, é possível conhecer um oásis em meio a dunas de areias brancas. Da cidade de Nazca é possível pegar um ônibus até a cidade de Ica (mais ou menos duas horas de viagem).

Veja Também: Seguro Viagem: 10 Dicas para você não errar na contratação

Nazca Ica Peru
Ica, Peru. Foto de Maria Helena Martins Cerdán.

Em Ica produz-se uva. E é por isso que ali é a região do pisco, um destilado de uva – com que se faz o pisco sour, a mais famosa bebida peruana.

Você pode incluir em sua passagem pela região uma visita a uma bodega para comprar pisco ou vinho. Os vinhos peruanos, por sua vez, são doces e bem saborosos.

Veja Também: Dicas para você planejar sua viagem

Mas, o melhor lugar de Ica, sem dúvida, é o Oásis de Huacachina, onde você pode admirar a bela paisagem à beira da lagoa, andar de pedalinho, fazer caminhadas, fazer o skibunda e tirar bonitas fotos.

O calor nessa região é intenso, principalmente entre os meses de dezembro e março, por isso, leve roupas leves, boné e óculos de sol, passe protetor solar e ande sempre com uma garrafa de água.

Veja Também: 5 Dicas para Turistas de Primeira Viagem

Um oásis no meio do deserto - Nazca - Ica - Peru
Um oásis no meio do deserto (Ica, Peru). Foto de Maria Helena Martins Cerdán.

De Lima a Nazca ou de Lima a Ica a viagem em ônibus pela empresa peruana Cruz del Sur dura e torno de 5 horas de viagem e, em fevereiro de 2015, a passagem mais cara estava custando 65 soles (ou 60 reais).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here