Europa: Saiba economizar na Viagem ao velho Continente

Está indo para a Europa? Vamos te dar 10 dicas de como economizar na sua viagem.

0
1961

Quem nunca se imaginou fazendo aquela super viagem pelos países mais famosos da Europa e logo em seguida ficou triste quando calculou o orçamento, não sabe o significado da palavra frustração.

Veja Também: Como economizar em sua viagem à Londres

Fazendo uma viagem pela Europa pode sair caro sim, principalmente com essa cotação do euro e da libra, mas isso também vai depender de outros fatores: a época escolhida para viajar, quantas pessoas vão com você, qual o seu nível de exigência com comida e hospedagem etc.

Veja Também: Onde ficar em Paris em sua Viagem

Mas a verdade é que, mesmo na Europa, existem diversas formas de economizar seu suado dinheirinho e, mesmo assim, aproveitar tudo de bom que essa experiência tem a te oferecer.

Veja Também: Londres: 5 Passeios que não podem faltar na viagem

10 dicas para economizar em sua viagem à Europa

1. Aproveite as promoções de passagens aéreas.

Inevitavelmente, uma das coisas que mais irá pesar no orçamento da sua viagem é o valor das passagens aéreas. Mas você diminui os seus custos se estiver sempre atento às promoções de passagens aéreas que aparecem aqui no blog Bolsa de Viagem.

Empresas como a TAM e a TAP, por exemplo, estão sempre fazendo promoções ao longo do ano inteiro para as principais capitais dos países da Europa.

Veja Também: 10 passeios imperdíveis em Berlim

2. Amplie seu horizonte de possíveis hospedagens.

Hospedagem na Europa
Hospedagem em Londres – Foto: Google Street View

A vida vai além dos grandes hotéis (isso para os que não são exigentes para as estrelas). Na Europa, você tem outros duas possibilidades de hospedagens que, geralmente, saem mais barato do que se hospedar em hotel.

Veja Também: Guia turístico das Ilhas Canárias

A primeira delas são os conhecidos albergues, com quartos compartilhados ou individuais, mas geralmente com banheiros compartilhados. O fluxo de pessoas é maior e também é maior a chance de você conhecer mais pessoas do mundo inteiro.

Veja Também: Top 10 de Paris para você aproveitar o que a Cidade Luz tem a te oferecer

A segunda opção é alugar um apartamento ou flat por temporada. Dependendo da quantidade de pessoas que está viajando contigo, essa é uma opção ainda mais barata e mais intimista, porque você se sentirá quase como um habitante daquela cidade.

Veja Também: Milão não pode faltar no seu roteiro de tour pela Itália

3. Compre seus ingressos pela internet.

Acredite em mim quando eu digo que você precisa fazer isso. A maior parte das atrações pagas da Europa já vende seus ingressos pela internet e, na maioria dos casos, com preços online menores do que se comprados na bilheteria, sem contar com o fato de que você evita filas e ganha tempo.

Veja Também: Todos os caminhos levam a Harry Potter

4. Compre comida em supermercados.

Essa é uma dica fundamental, se você quiser economizar com alimentação. Como boa parte dos hotéis não inclui nenhuma das refeições, sugiro que você procure um supermercado por perto e compre comida e bebida para o seu café da manhã, que sairá mais barato do que se for fazer a refeição num bar ou restaurante.

Na hora do almoço, muito supermercados também vendem lanches, sopas e sucos. Outra dica é comer nas grandes redes de fast-food, como Mc Donalds, Burger King, Pizza Hut etc.

Veja Também: 5 fatos que tornam a Itália imperdível para os amantes dos automóveis

Dicas para economizar na viagem para Europa
Big Ben- Foto: Larissa Pinto

5. Use o transporte público.

Um dos pontos mais favoráveis da maioria dos países europeus é a qualidade do transporte público. Na Europa, ônibus, trens e metrôs funcionam praticamente o dia inteiro, com grande frequência e boa infraestrutura.

Então, deixe o táxi para os momentos em que ele é realmente imprescindível e compre seu bilhete de acesso ao transporte público pelo tempo de sua permanência por lá.

Veja Também: Pequena e charmosa: o cartão postal de Pisa

6. Compre souvenir nos lugares menos movimentados.

Óbvio que você verá dezenas de pessoas vendendo chaveiros da Torre Eiffel justamente embaixo da Torre Eiffel, da mesma forma que verá centenas de miniaturas do Big Ben sendo vendidas no centro de compras de Londres. Mas que tal deixar pra comprar essas coisas nos lugares mais afastados?

Veja Também: Lisboa: A Capital e a alma Lusitana

Comprar seus chaveiros da Torre Eiffel no bairro de Montmartre ou seus mini Big Ben no bairro de Notting Hill, pode te fazer economizar uma graninha. Claro que você não vai lá só pra comprar isso. Mas, se esses locais também fazem parte do seu roteiro, vale a pena deixar para comprar por lá.

Veja Também: Portugal: Um Guia rápido para conhecer o país

7. Use sua carteira de estudante internacional.

Carteira de Estudante Mundial para economizar na Europa

Em toda a Europa, os estudantes pagam valor diferenciado, seja nos ingressos das atrações, seja nas passagens de trem. Mas, para que isso aconteça, você tem que ter uma carteira de estudante internacional dentro da validade. A mais conhecida e mais aceita no mundo inteiro é a Carteira Mundial de Estudante – ISIC.

Veja Também: Visitando Verona: a cidade de Romeu e Julieta

8. Abuse das atrações gratuitas.

Outra coisa que você irá encontrar aos montes na Europa são opções de diversão gratuita. Em alguns países, a maior parte dos museus ou são de graça ou você paga o quanto quiser. Até os museus pagos têm dias no mês que têm suas entradas gratuitas. Além disso, você tem parques abertos, praças, feiras ao livre, entre outras várias opções de lazer que não te custarão nada. É só pesquisar as que mais te interessam.

Veja Também: Seguro viagem: porque você não pode embarcar sem ele!

9. Evite usar cartão de crédito.

É claro que isso é uma opção muito pessoal e depende muito de você. Mas quando você usa o cartão de crédito, saiba que além do valor do produto, você pagará o IOF, que é um imposto sobre transação financeira feita com o cartão, que não se aplica às compras à vista. Além disso, a cotação que você vai pagar é aquela do dia em que fecha a fatura do seu cartão. Ou seja, além do imposto, você fica na expectativa de fechar a fatura para ver quanto, de fato, vai pagar pelo produto.

Veja Também: 4 situações que pedem um Seguro Viagem

Arco do Triunfo na Europa
Arco do Triunfo – Foto: Larissa Pinto

10. Viaje na baixa temporada.

Eu sei que nem sempre é fácil fazer isso, mas acredite em mim, compensa muito viajar na baixa temporada. No caso da Europa, ir na época do verão europeu é certeza de que vai pagar mais caro em tudo e vai enfrentar filas gigantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here