As duas mais belas Ilhas Cook

Renda-se aos encantos das duas mais belas Ilhas Cook, um arquipélago situado no Pacífico Sul que guarda alguns dos lugares mais incríveis do planeta.

0
868

Sabe aquele dia em que você se sente completamente cansado do trabalho e quer fugir de vez para algum lugar bem distante, levar uma vida tranquila, viver à base de sombra e água fresca?

É para as Ilhas Cook que você quer ir, mas talvez não soubesse ainda.

A Nova Zelândia é longe, não é?

As Ilhas Cook mais ainda.

Na verdade, se olhássemos o mapa ocidental, encontraríamos elas ali na esquerda, no cantinho, bem escondidas.

Governadas de forma indireta pela monarquia inglesa desde 1888, apesar de terem sido descobertas por um espanhol já no finalzinho do século XVI, tem em sua tradição e cultura maori outro ótimo ingrediente aos que desejam fazer uma visita às ilhas.

Há também uma relação livre e comum com a Nova Zelândia, incluindo a moeda principal do País, o dólar neozelandês.

Veja Também: Entregue-se aos encantos de Magens Bay: uma das praias mais bonitas do mundo

E mais: Zakynthos: a ilha grega com a praia mais bonita do mundo

Ilhas Cook post
Fonte: Folha – Uol

Deixamos um pouco o contexto histórico e governamental de lado para falar do que realmente importa nessa nossa conversa: Ilhas maravilhosas, quase que inacreditáveis.

Fique com esse breve roteiro para saber exatamente onde atracar entre uma ilha e outra.

Veja Também: Praia, neve ou campo? Nova Zelândia é o lugar

Rarotonga nas Ilhas Cook

Ilhas Cook Rarotonga
Fonte: Vacayholics

É a principal no arquipélago, a porta de entrada para quem vem, geralmente, da Nova Zelândia, da Austrália ou mesmo de Los Angeles, sinal de que os americanos já descobriram um dos paraísos dispostos na terra.

A capital das Ilhas Cook fica exatamente em Rarotonga, atendendo pelo nome de Avarua.

Esqueça os hotéis monumentais e ao resorts quilométricos.

Não há hospedagens com mais do que dois andares, demonstração clara de que os responsáveis pelas Ilhas Cook sabem que não há dinheiro no mundo que possa interferir na beleza natural que nos foi oferecida, parte também da consciência intrínseca à cultura maori.

Veja Também: As 12 praias mais perigosas do mundo

Depois de um passeio de bicicleta pela capital, não deixe de passar pela praia Muri.

Com lindos recifes de corais e um cenário belíssimo.

Dedique algum tempo à ilha Rarotanga, já que ainda temos que conhecer um pouco da região montanhosa no centro e, para variar um pouco, aproveitar para sair e conhecer a vida noturna das Ilhas Cook.

Veja Também: As 22 praias mais bonitas do Brasil

Aiutaki

Ilhas Cook Aiutaki
Fonte: Agent Paradise

É o nosso outro ponto obrigatório.

Com uma formação peculiar e distinta, com pequenas ilhas cercando uma maior, sem falar na laguna “instalada” dentro dessa “ilha mãe”.

É lá que você reavaliará o conceito de “água azul turquesa” que escuta por aí.

Chega de adjetivos por aqui, não há palavras para a visita que fará, apenas agradecerá a você mesmo pelo resto da vida por ter tomado o voo de 45 minutos que o leva de Rarotonga até Aiutaki.

Não deixe também de conhecer os outros pontos da ilha.

Sem deixar de registrar nada, por favor!

Veja Também: As 12 praias mais paradisíacas do nordeste brasileiro

Sem medo de ser feliz, deixe que um dos seus dias corra solto no hotel que você mais gostou.

Além de extremamente confortáveis, o simples fato de estar com o pé na areia a alguns passos do restante da estrutura, certamente vai te deixar um pouco mais preguiçoso, com toda a razão.

As duas ilhas consumirão, indubitavelmente, quase todo o tempo que você planejou para visitar as Ilhas Cook.

Por serem as mais estruturadas e também as mais abundantes, facilitam todo o processo que significa pegar avião de um lado para o outro.

Antes de fechar as cortinas, uma última dica: Vá durante os meses de abril e novembro, quando o clima é mais seco.

Veja Também: 5 destinos baratos com praias paradisíacas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here