12 dicas para quem vai viajar a Veneza pela primeira vez

Viajar a Veneza certamente é o sonho de muitas pessoas. Descubra o que você deve saber antes de visitar este mágico e apaixonante destino na Itália.

0
190

A experiência de viajar a Veneza, na Itália, pela primeira vez é certamente uma das mais marcantes para os turistas.

Trata-se de uma ilha repleta de história que é contada através de suas construções seculares e de seus tradicionais canais em que é possível navegar a bordo de gôndolas.

Essas, já foram o principal transporte local e que agora atendem as demandas dos turistas.

Veja: As 6 melhores atrações gratuitas em Veneza, Itália

Veja Também: 6 dicas para você conseguir as melhores taxas de câmbio e economizar muito na viagem

E mais: Europa: Saiba economizar na Viagem ao velho Continente

A seguir listamos 12 dicas essenciais para quem deseja viajar a Veneza aproveitando ao máximo e conhecendo alguns dos seus principais pontos turísticos, como a Piazza San Marco, a Basílica de San Marco e seu Campanário, as pontes Rialto e a dos Suspiros entre outros.

Tem dicas de transporte, de como chegar à ilha e até de passeios pelas belas ilhas do entorno de Veneza.

Que tal começar a planejar a sua viagem?

Dicas para quem viajar a Veneza na Itália pela primeira vez

Viajar de trem é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: Fiveprime

1. Possíveis roteiros para chegar a Veneza

Viajar a Veneza é um sonho para muitas pessoas, mas esse desejo pode ficar ainda melhor quando você pode incluir outras cidades turísticas no caminho, não é mesmo?

Um roteiro interessante para chegar a cidade dos inúmeros canais é desembarcar em Roma indo para Florença em seguida, sem deixar de dar uma passada em Lucca e Pisa, então se dirigir até Bolonha.

É possível conhecer todas essas cidades viajando de trem, culminando na Estação Santa Lucia da ilha de Veneza.

A Itália possui um excelente transporte ferroviário, sendo as principais empresas desse seguimento Trenitalia e Italo.

Quem não quiser passar pelas outras cidades que citamos acima, pode comprar uma passagem direta para Santa Lucia.

Veja Também: 7 dicas sobre como viajar de trem pela Europa sem gastar muito

Dica especial:

Só desça na Estação Venezia-Mestre se estiver hospedado no continente, caso contrário não compensa, isso porque não tem muito para ver.

Para quem optou por ir de avião, a dica é observar que o Aeroporto Marco Polo fica mais perto enquanto o Aeroporto de Treviso tem preços mais em conta.

Veja Também: 5 dicas para você encontrar passagens aéreas mais baratas

2. Melhor época para viajar a Veneza

Ir na primavera é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: Viagem e Turismo

Os melhores meses para conhecer essa, que é uma das cidades mais românticas do mundo, são aqueles de primavera (março, abril e maio) e outono (setembro, outubro e novembro), pois as temperaturas ficam mais amenas.

Os passeios são mais agradáveis, sendo que durante o dia é possível até ficar sem casaco e a noite sentir uma brisa refrescante enquanto aprecia um saboroso vinho.

Nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro a cidade está passando pelo inverno, tendo dias com temperaturas abaixo de 0°C.

Nos meses de junho, julho e agosto chega o auge do verão, ficando difícil caminhar sob o sol inclemente.

Para uma viagem de lua-de-mel, recomendamos o mês de maio em que Veneza está florida.

Veja Também: Os 27 melhores lugares para viajar a dois

3. Visite os museus de Veneza

A Itália, assim como outros países europeus, é reconhecida por seus inúmeros museus que promovem um mergulho na história e na arte.

Em Veneza você encontra muitas opções de bons museus para visitar, confira alguns deles:

– Galeria Coleção Peggy Guggenheim

Conhecer a Galeria Coleção Peggy Guggenheim é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: mustseeplaces.eu

Uma galeria pequenina em que é possível ver de perto obras surrealistas, expressionistas e cubistas de artistas, como Picasso e Salvador Dalí.

Veja Também: 8 lugares incríveis para conhecer quando estiver na Itália

– Accademia Museu e Galeria de Arte (Gallerie dell’Accademia)

Conhecer a Gallerie dell’Accademia é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: The Travel Guide

Uma galeria em que estão reunidas obras dos principais artistas italianos de todos os tempos, como Carpaccio, Tintoretto e Canaletto.

A obra ‘O Homem Vitruviano’ de Leonardo da Vinci é exposta de tempos em tempos, mas por sua fragilidade nem sempre fica a mostra.

Veja Também: 5 fatos que tornam a Itália imperdível para os amantes dos automóveis

– Museu Correr

Conhecer o Museu Correr é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: Italia per Amore

Um museu que conta um pouco da história de Veneza com mapas, móveis antigos e documentos históricos.

Uma forma imersiva de viajar a Veneza.

Veja Também: 12 destinos turísticos da Europa que você precisa conhecer

– Palácio Ca’ Rezzonico

Conhecer o Palácio Ca’ Rezzonico é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: Di qua e di la

Uma bela construção que abriga dois museus, Museo del Settecento Veneziano e o Museu de Arte Oriental, e que tem a facilidade de estar situado em frente ao Grande Canal de Veneza (leia o próximo tópico).

Veja Também: 5 dicas pra você saber como economizar num mochilão pela Europa

4. Conheça o Grande Canal de Veneza

Conhecer o Grande Canal de Veneza é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: Dicas da Itália

Há uma grande quantidade de canais em Veneza, no entanto, o principal e digamos mais utilitário é o Grande Canal de Veneza em que se concentram os Vapporetos (tipo de ônibus aquáticos), cuja passagem custa em torno de 8 euros.

Além da questão prática do transporte o turista encontra às margens desse canal diversos pontos turísticos, como Basílica de Santa Maria della Salut, Palazzi Barbaro e Chiesa del Santissimo Redentore.

Veja Também: Top 12 destinos baratos para viajar na Europa em 2018

5. Ponte de Rialto e Ponte dos Suspiros

Conhecer a Ponte de Rialto é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: Mega Engenharia

A mais famosa ponte de Veneza, a Ponte de Rialto, fica sob o Grande Canal e tem muita história.

A primeira versão dessa ponte foi inaugurada em 1181, contudo, ao longo do tempo foi destruída e queimada muitas vezes, sendo que a atual está firme e forte desde o ano de 1591.

É um dos pontos mais agitados da cidade, tendo intenso comércio acima da água e movimento de táxis aquáticos e barcas abaixo, além de muitos bares e restaurantes em seu entorno.

Veja Também: 15 destinos subestimados de lua de mel que vão te conquistar

Conhecer a Ponte dos Suspiros é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: Mistérios do Mundo

Outra ponte, não tão famosa, mas que vale a pena conhecer em Veneza, a Ponte dos Suspiros, fica a apenas 200 metros da Piazza de San Marco e entrou para a história ao ligar o Palácio Ducal ao primeiro edifício construído para ser uma prisão.

O nome vem do fato de que os prisioneiros que eram transportados davam seus últimos suspiros de liberdade nessa ponte.

Veja Também: 7 coisas que você precisa saber antes de passar pela alfândega

6. Passeie pela Piazza San Marco, mas cuidado com os pombos

Passear pela Piazza San Marco é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: pt.wikipedia.org

Quem escolhe Veneza como seu destino de viagem, não pode deixar de visitar a Piazza de San Marco.

É o ponto mais conhecido da cidade e, é nessa praça que se encontra a Basílica de San Marco e o Campanário.

Para esse passeio esteja preparado para se deparar com muitos, mas muitos, pombos que podem se tornar agressivos se você estiver comendo.

Por ser o ponto mais baixo de Veneza, a piazza, já foi inundada algumas vezes e corre o risco de desaparecer quando o nível do mar subir.

A praça com o formato atual, data do ano de 1177 e recebe o centro da vida urbana e cultural da cidade.

O Campanário de San Marco está situado ao lado da basílica e oferece uma das melhores vistas de Veneza.

Veja Também: Os 12 hotéis mais românticos do mundo para curtir a viagem de lua de mel

7. Compras em Veneza

Fazer Compras é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: Ginapsi’s Blog – WordPress.com

Mesmo que você não seja exatamente um turista que gosta de fazer compras em viagens, vai se encantar com os produtos tipicamente venezianos, dentre os quais destacamos as máscaras de carnaval (você pode escolher entre aquelas feitas pelos artesãos de Veneza e as que são originárias da China) e as lindas peças de vidro de Murano (tem dica especial abaixo).

Sendo assim, esteja com um espaço reservado na sua mala de volta para levar com segurança esses itens para casa.

Quem não for passear em Murano poderá encontrar as peças de vidro nas lojas de Ponte Rialto.

Cuidado que a nobreza da localizada adiciona uns euros extras ao valor.

No bairro de San Marco há uma grande concentração de lojas por ser um local extremamente turístico.

Veja Também: 7 melhores destinos do mundo para fazer compras

8. Bate e volta

ir no outono é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: ncultura

Para quem quer viajar a Veneza, mas achou os preços das diárias nos hotéis um pouco altas, pode apostar num bate e volta.

Contudo, se possível, passe pelo menos duas noites na cidade dos canais para poder conhecê-la melhor.

Para aqueles que vão se hospedar em Roma, a viagem de trem é uma excelente escolha, sendo que seus 525 km de distância podem ser percorridos em apenas 3h19.

Fique atento aos últimos horários de volta para Roma que são: 17h25, 18h25 e 19h25, com chegada prevista para os respectivos horários: 21h10, 22h10 e 23h10.

Veja Também: Airbnb é seguro? Como funciona e como evitar dores de cabeça?

9. Pechinche com os gondoleiros italianos

Passear de gôndola é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: Dicas da Itália

Não dá para viajar a Veneza e não fazer o tradicional e romântico passeio de gôndola, não é mesmo?

Contudo, já adiantamos que o preço pode ser mais salgado que as águas dos canais venezianos.

Em média o valor de um passeio de meia hora, antes das 19h, é de 80 euros, enquanto um passeio de meia hora depois das 19h é de 100 euros.

Passeios com trajetos maiores podem custar até 140 euros.

A dica é pechinchar com os gondoleiros, especialmente nos dias em que o movimento de turistas é fraco.

O melhor horário para tentar e conseguir um desconto é bem cedo.

Veja Também: 5 dicas para você conversar com alguém que não fala sua língua

10. Malas nos guarda-volumes da estação

Escadarias ponte Veneza
Fonte: Dreamstime

Uma das principais atrações de Veneza são suas pontes que possuem vários degraus, sendo assim, é difícil circular pela cidade com malas pesadas.

Aproveite que você pode guardar as malas mais pesadas no guarda-volumes da estação de trem.

Nossa dica, que vale para toda e qualquer viagem de turismo, é separar os itens mais relevantes para o dia a dia numa bolsa pequena que você possa carregar com tranquilidade e o restante deixar guardado pagando alguns poucos euros.

Veja Também: 6 coisas inúteis que você coloca na mala de viagem

11. Conheça as ilhas do entorno de Vapporeto

As agências de turismo de Veneza oferecem passeios pelas ilhas de Burano, Murano e Torcello por um valor de cerca de 20 euros.

O tempo do passeio é de 4 horas, contudo, é possível fazer esse mesmo passeio em 24 horas usando o transporte dos Vapporetos pelo mesmo preço.

Para quem se interessou vale a pena saber que:

– Burano é uma cidade ilha pequenina que está a cerca de 1 km de distância de Veneza.

É praticamente uma versão menor da cidade dos canais e repleta de casinhas de cores variadas.

Conhecer Burano é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: Dicas da Itália

– Murano é a cidade cujo turismo gira em torno do vidro, sendo seu principal ponto turístico o Museo del Vetro (Museu do Vidro).

Os turistas podem aproveitar para comprar peças de vidros, como acessórios femininos, contudo, os preços são semelhantes aos de Veneza.

Veja Também: 20 ilhas brasileiras incríveis que vão tirar seu fôlego

Conhecer Murano é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: Deixa de Frescura!

– Torcello é uma ilha deserta que no passado já foi uma cidade mais poderosa do que Veneza.

Sua população foi dizimada por uma epidemia de Malária, atualmente é turística somente pela história por trás de suas construções.

Conhecer Torcello é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: Dicas da Itália

Veja Também: 4 destinos românticos para o fim de semana

12. Planeje sua viagem com antecedência

Planejar com antecedência é uma das dicas para quem vai viajar a Veneza
Fonte: Dicas da Itália

Para viajar a Veneza sem sair muito do seu planejamento de orçamento, recomendamos que o planejamento comece com boa antecedência.

A compra das passagens é o ponto principal para uma viagem a Itália, pois é importante observar que apenas uma semana pode apresentar uma variação de valor bem grande.

Monte uma grade de programação com todos os pontos turísticos que pretende visitar, assim,encontrará a forma mais econômica de aproveitar esses dias especiais.

Gostou dessas dicas para viajar a Veneza?

Veja Também: 5 dicas para você planejar sua viagem e não ter imprevistos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here